Porque é que as janelas inteligentes poupam energia?

As janelas inteligentes são a próxima grande novidade em eficiência energética. Descubra porque podem ser uma grande opção para si.
Home > Blog > Porque é que as janelas inteligentes poupam energia?

As janelas inteligentes ganham terreno no mercado imobiliário. É uma solução que oferece muitas vantagens sobre as janelas tradicionais, pois poupa energia e melhora o conforto do lar. 

Mas, o que são exatamente janelas inteligentes, como funcionam e quais são os seus principais benefícios? Neste artigo, vamos tentar responder a todas estas perguntas. Se ainda não decidiu instalá-las na sua casa, aqui explicamos porque é uma boa ideia fazê-lo.

O que são janelas inteligentes?

As janelas inteligentes são um novo desenvolvimento tecnológico que se torna cada vez mais popular no mercado imobiliário. Estas janelas estão equipadas com uma série de elementos tecnológicos que lhes conferem uma grande capacidade de poupar energia.

Entre outras vantagens, as janelas inteligentes permitem regular o fluxo da luz natural dentro de casa, o que contribui para melhorar o conforto das pessoas que vivem nela.

Além disso, estas janelas dispõem de uma camada de proteção solar e de vidros especialmente concebidos para evitar a perda de energia térmica. Deste modo, a temperatura interior da casa é mantida a um nível adequado durante todo o ano, sem a necessidade de ar condicionado artificial.

Além da poupança de energia, outra vantagem importante das janelas inteligentes é a sua capacidade de melhorar o conforto acústico das casas. Por este motivo, a instalação deste tipo de janela é especialmente recomendada em zonas urbanas onde o ruído ambiente é elevado.

Um dos elementos que mais poupa energia neste tipo de janela é o vidro inteligente. Este é um tipo especial de vidro revestido com uma camada transparente de material fotocrómico. A seguir, apresentamos como funcionam estes vidros e o que fazem exatamente.

O que é que o vidro inteligente faz?

O vidro inteligente é um dos componentes mais importantes deste tipo de janela de alta tecnologia. Trata-se de um tipo especial de vidro que é revestido com uma camada transparente de material fotocrómico.

Este componente regula o fluxo de luz natural que entra na casa, permitindo a passagem de calor no inverno e bloqueando-a no verão. Deste modo, é mantida uma temperatura interior agradável sem a necessidade de utilizar ar condicionado, o que significa uma poupança considerável nas contas de energia.

Por outro lado, como já vimos, os vidros inteligentes permitem regular o fluxo do som, bloqueando assim a passagem do ruído exterior sem afetar o conforto acústico interior. Desta forma, a casa fica muito melhor isolada do ruído da rua sem afetar nem a estética nem a aparência da casa.

Como é que janelas inteligentes poupam energia?

Como vimos, existem diversos elementos tecnológicos que contribuem para a poupança de energia em janelas inteligentes. Em primeiro lugar, existem janelas inteligentes que permitem regular o fluxo de luz e som.

As janelas inteligentes estão equipadas com uma série de sensores que detectam o nível de luz e temperatura no exterior. Deste modo, podem ser ajustados automaticamente para permitir ou bloquear o fluxo de luz e calor, o que ajuda a melhorar o conforto das pessoas que nelas vivem.

Por outras palavras, quando a janela detecta que está muito quente no exterior, os vidros escurecem, bloqueando a passagem de energia térmica do exterior. O contrário acontece em temperaturas mais frias, quando o vidro se ajusta para deixar entrar o máximo de calor ambiente possível.

Por outro lado, as janelas inteligentes são frequentemente equipadas com um revestimento de proteção solar e vidros especialmente concebidos para evitar a perda de energia térmica. Estas funcionalidades são também ativadas ou desativadas com base na temperatura exterior.

Deste modo, a temperatura interior da casa pode ser mantida a um nível adequado durante todo o ano, sem a necessidade de ar condicionado. Estima-se que, em geral, é possível poupar até 30% nas contas de eletricidade, especialmente durante os meses mais frios ou mais quentes do ano.

Eligenio: Poupe escolhendo

Pague menos pelo seu consumo de energia, fazendo a escolha certa. Poupe tempo com o nosso comparador!

Que tipos de janelas inteligentes existem?

Existem, atualmente, diversos tipos de janelas inteligentes no mercado, geralmente divididas de acordo com o tipo de vidro que utilizam. Em função das necessidades e preferências de cada pessoa, será aconselhável escolher modelos de uma ou outra categoria. Aqui estão alguns dos mais comuns.

Vidro electrocrómico

Estes dispositivos alteram as propriedades do vidro em resposta à eletricidade e, portanto, permitem controlar a quantidade de luz e calor transmitida. Uma vez estabelecido o nível desejado de opacidade, não é necessária mais eletricidade para o manter.

A alteração da opacidade ocorre lentamente, mas os parâmetros podem adaptar-se às preferências do usuário. É uma das alternativas mais utilizadas hoje em dia, e uma das poucas alternativas realmente inteligentes.

Coloração fotocrómica de janelas

Tal como o vidro electrocrómico, a transferência de luz através do vidro fotocrómico é afetada por uma fonte externa, só que desta vez é a radiação UVA que controla a opacidade do vidro.

No entanto, ao contrário do vidro electrocrómico, a transparência muda quando a fonte de luz aplicada é alterada. Esta tecnologia é mais comummente utilizada em lentes óticas que bloqueiam o sol quando se está ao ar livre, mas também pode ser aplicada em algumas ocasiões em janelas.

Vidro de partículas suspensas

Para alterar a opacidade do vidro, as nanopartículas neste tipo de vidro inteligente são dispostas de forma aleatória para bloquear e absorver a luz. Quando a eletricidade é aplicada, as partículas suspensas alinham-se para permitir a passagem da luz, e quando a corrente é interrompida, a cor muda de volta para bloquear a luz solar.

A quantidade de luz que o vidro de partículas suspensas deixa passar depende da variação da voltagem, dando total controlo ao usuário.

Com o vidro inteligente de partículas suspensas, a voltagem pode ser controlada através de fotossensores, detetores de movimento, aplicações, integração com sistemas informáticos ou comandos e interruptores. É, portanto, uma das alternativas mais comuns quando se trata de criar janelas inteligentes para poupar energia.

As janelas inteligentes poupam energia ao regular a quantidade de luz e calor que entra num edifício. À medida que mais e mais edifícios adoptam a tecnologia de janelas inteligentes, podemos esperar uma redução significativa no consumo de energia e nas emissões de gases com efeito de estufa.

Se também quiser fazer parte deste movimento enquanto poupa na sua conta de energia, instalar janelas inteligentes em casa pode ser uma excelente opção.