O que é um curto-circuito?

Quando dois conectores com polaridades diferentes entram em contacto um com o outro, ocorre um curto-circuito no dispositivo ou na linha elétrica. Isto significa que o caminho do circuito elétrico não pode ser completo e segue o caminho de menor resistência, provocando um aumento da intensidade energética.

Isto ocorre geralmente porque a cobertura isolante é perfurada ou deteriorada por aquecimento excessivo, desgaste ou exposição a um ambiente corrosivo. Um curto-circuito também pode ser causado por fatores humanos, ambientais ou mecânicos.

 

Por que é que um curto-circuito é perigoso?

Os curto-circuito são muitas vezes perigosos porque podem provocar o sobreaquecimento do cabo ou da linha elétrica, explodir e incendiar-se. Isto pode resultar em danos pessoais se alguém estiver próximo no momento do incidente e danos materiais, com os consequentes custos financeiros que implica. É, portanto, necessário saber como agir e que medidas tomar no caso de um curto-circuito.

 

O que fazer no caso de um curto-circuito?

Antes da ocorrência de um curto-circuito, é aconselhável identificar os pontos sensíveis e aplicar certas medidas preventivas, tais como:

  • Colocar sinais para impedir a manipulação por outras pessoas que não o pessoal técnico.
  • Efetuar manutenção periódica às instalações elétricas, cablagem, aparelhos elétricos, entre outros, para identificar problemas que possam afetar o seu correto funcionamento.
  • Afastar os aparelhos elétricos de fontes de água, mobiliário ou elementos inflamáveis.
  • Desligar os aparelhos elétricos que não vão ser utilizados durante um longo período.

 Durante um curto-circuito, mantenha-se calmo e siga as recomendações abaixo:

  1.  Localizar o quadro principal e, sem lhe tocar, verificar se alguma das alavancas está desligada. Verificar também se o isolamento plástico que o protege derreteu. Se assim for, este é o ponto onde o curto-circuito foi causado.
  2.  Se o curto-circuito não tiver ocorrido no painel elétrico, localizar a área da casa a que pertence o interruptor desligado.
  3.  Verificar o isolamento dos fios dos aparelhos elétricos nessa área. Se estiver derretido, evite manipulá-lo. 
  4.  Se não vir nenhum fio derretido, desligue todos os aparelhos elétricos da sala e volte a ligar o interruptor. Se se mantiver, é provável que o curto-circuito tenha sido gerado por um destes aparelhos elétricos.
  5.  Contactar um eletricista profissional e agendar uma manutenção preventiva regular.

Qualquer casa ou empresa pode ser afetada por um curto-circuito, pelo que é aconselhável saber como agir e informar todas as pessoas que possam ser afetadas. Isto ajudará a reduzir os riscos que possam surgir.