O que é a eletricidade?

A eletricidade é um fenómeno físico que tem a sua origem no fluxo das denominadas cargas eléctricas. A energia resultante deste processo pode manifestar-se sob a forma de múltiplos fenómenos diferentes, desde o relâmpago ao magnetismo e à produção de energia térmica.

A versatilidade que oferece tornou a eletricidade a energia mais importante do nosso tempo, sendo fundamental para a nossa vida quotidiana e a de praticamente qualquer setor industrial ou de transportes.

Agora que sabemos o que é a eletricidade, vamos aprender como ela é produzida e transmitida. A energia é gerada pelo movimento de eletrões positivos e negativos no interior dos materiais condutores e depois transmitida para as subestações. Ali encontrará transformadores, cuja função é regular a tensão antes de esta chegar aos recetores de energia, ou seja, à sua casa, a uma fábrica ou a um hospital.

Tipos de eletricidade

Como dissemos anteriormente, a eletricidade é o resultado da atração de eletrões positivos e negativos. Até agora, tudo bem. Agora, as diferenças surgem quando falamos de como esta energia é obtida, porque não existe uma metodologia única, e podem ser gerados dois tipos de eletricidade: estática e dinâmica.

A eletricidade estática é produzida por fricção, e é assim denominada porque ocorre em materiais não condutores. O que significa isso? Significa que a carga elétrica não se pode mover, porque não pode fluir.

Isto é o oposto da dinâmica, que surge como consequência do movimento. Como terá deduzido, esta é a eletricidade que ilumina as nossas casas, viajando desde uma central elétrica através de um complexo sistema de condutores.

O fluxo de eletrões que gera toda esta energia é o que conhecemos como corrente elétrica, que por sua vez está dividida em outros dois tipos: corrente contínua e corrente alternada. Na primeira, a energia flui sempre na mesma direção, enquanto na segunda, os eletrões mudam continuamente de direção.