Buscador
Poupe na luz e no gás!

> Blog > O que é o calor latente e o calor sensível?
O que é o calor latente e o calor sensível?

O que é o calor latente e o calor sensível?

Em que se diferenciam o calor sensível e o latente? Contamos-lhe as suas características e implicações nos sistemas de climatização.

Quando se trata de manter um imóvel na temperatura ideal, tem que conhecer muito bem as diferenças entre o calor latente e o calor sensível. Estes fenómenos térmicos dizem-lhe como funciona um equipamento de climatização e ajudam a controlar o consumo energético.

O que é o calor sensível?

O calor sensível é um fenómeno térmico que pode dar-se a um equipamento de climatização. O trabalho dele é aquecer uma casa sem que a água se altere de estado. Um exemplo de calor sensível é que, se colocar água no micro-ondas, a água não se irá evaporar e consegue aquecê-la.

Por outras palavras, o equipamento de climatização aquecerá a sua casa com o aumento gradual da temperatura, sem que a água que utiliza tenha de ferver. A diferença entre o calor sensível e o calor latente é que a temperatura aumenta gradualmente.

E o calor latente?

O calor latente transforma a água de um equipamento de climatização noutro estado de matéria. Se o calor sensível não levar a máquina a utilizar toda a sua energia e a levar a água ao ponto de ebulição, a máquina de calor latente é colocada a trabalhar para fazer evaporar a água quente.

O mais natural é que se utilize o calor latente para a cozinha e para os sistemas de refrigeração. Pode também utilizar-se para fazer funcionar os equipamentos de ar-condicionado, mas este último só tem como objetivo evaporar a água sem aumentar o calor.

E pode perguntar-se qual é o objetivo de fazer com que uma substância se evapore. O objetivo do sistema de climatização latente é aumentar a humidade no ambiente, sem chegar a alterar a temperatura. Por isso é que a climatização do calor sensível e latente não significa o mesmo.

Eligenio: Poupe escolhendo

Pague menos pelo seu consumo de energia, fazendo a escolha certa. Poupe tempo com o nosso comparador!
Precisa de ajuda?

Diferença entre calor sensível e calor latente

A principal diferença entre o calor sensível e o calor latente é que embora o calor sensível seja a energia que provoca uma mudança de temperatura numa substância sem alterar o seu estado molecular, o calor latente provoca uma mudança de estado, mas não de temperatura.

De forma mais detalhada, o ‘calor escondido’ ou latente administra-se numa matéria, mas não pode ser visto um aumento de temperatura, como ocorre quando se efetua uma mudança da fase de gelo a água líquida, ou de água líquida para vapor. Pelo contrário, no calor sensível, esta mudança é percetível, podendo adicionar ou subtrair calor e fazer com que a substância se torne mais quente ou mais fria.

Conhecer esta subtil diferença entre o calor sensível e latente é fundamental para poder escolher uma máquina ou sistema de climatização, já que todos os equipamentos geradores de frio ou calor passam por estes processos de produção de energia. Além disso, conhecer corretamente como é efetuado o calor sensível ou o calor latente permitirá aos utilizadores poder controlar melhor o funcionamento dos distintos aparelhos e o gasto energético que os mesmos produzem.

Como o calor sensível e o calor latente influenciam o ar-condicionado?

O calor latente e sensível é uma parte fundamental do funcionamento dos equipamentos de climatização. Como já deve saber, estes equipamentos têm uma bateria onde se efetuam as mudanças de temperatura. E as alterações em questão ocorrem quando o ar no equipamento é arrefecido.

Mas, qual é o papel dos sistemas de calor latente e sensível? Pois são eles que se encarregam de fazer as mudanças de temperatura. Enquanto o calor latente o faz através da hidratação do ar, o calor sensível fá-lo através do aumento da temperatura térmica.

Para o compreender, damos como exemplo o ar-condicionado. Neste caso, o equipamento usa o calor sensível para arrefecer as temperaturas aumentadas pelo calor latente e aproveita para criar humidade no ar. Isso faz com que, por vezes, a utilização do ar-condicionado seja obstipante!

Exemplos de calor sensível e de calor latente

Agora que já vimos em que consiste o calor sensível e o calor latente, também pode comprovar em que se diferenciam estes tipos de processo de produção de energia, onde seguidamente proporcionamos alguns exemplos de cada um deles.

Alguns exemplos de calor latente

  • Um exemplo de calor latente é quando a água começa a evaporar numa panela com água a ferver. Quando atinge 100 °C, a água muda de estado sem aumentar os graus no segundo estado relativamente ao primeiro.
  • Para levar a cabo um processo de calor latente de fusão são necessárias 80 calorias por grama para que cada grama de gelo a 0 ºC converta em água.
  • De igual forma, para se produzir um processo de calor latente de fusão com outros materiais como o aço são necessárias umas 50 calorias.
  • No caso do alumínio, o calor latente de fusão requer umas 85 calorias / 322-395 KJ. Por outro lado, o calor latente de vaporização são uns 2300 KJ
  • No ferro, o calor latente de fusão é de 293 KJ e o calor latente de vaporização é de 2360 KJ.
  • Com o Mercúrio, o calor latente de fusão traduz-se em 11,73 KJ, enquanto o calor latente de vaporização é de 356,7 KJ

Alguns exemplos de calor sensível

  • Aplicar calor na água até que a sua temperatura alcance uma média entre 1 e 100 ºC
  • Aplicar calor no alumínio até que a sua temperatura seja inferior a 660 ºC
  • Aplicar calor ao chumbo até a sua temperatura estar abaixo dos 327 ºC
  • Aplicar calor no zinco até que a sua temperatura se encontre abaixo dos 420 ºC
Revisão obrigatória da caldeira: prazos e custos
Revisão obrigatória da caldeira: prazos e custos
Casa
22/02/2024
Quer saber quanto tempo tem para fazer a revisão obrigatória da caldeira? Conhece os seus custos? Descubra aqui toda a informação.
Pilha de combustível vs bateria, qual é a melhor?
Pilha de combustível vs bateria, qual é a melhor?
Tipos de Energia
22/02/2024
As pilhas de combustível e as baterias são muito utilizadas no mundo da mobilidade elétrica. Descubra aqui as suas diferenças.
Como preparar a casa para o inverno
Como preparar a casa para o inverno
Guías sobre eletricidade e gás
22/02/2024
Quer saber como preparar a casa para o inverno por si mesmo? Neste artigo contamos-lhe os segredos para se manter quente este ano.
Como fazer edifícios sustentáveis
Como fazer edifícios sustentáveis
Eficiência energética
19/02/2024
saber como fazer edifícios sustentáveis é fundamental se vamos reduzir as emissões de CO2 até 40% globalmente.
Aerotérmica ou geotérmica, qual escolher?
Aerotérmica ou geotérmica, qual escolher?
Tipos de Energia
19/02/2024
Quando se trata de encontrar o sistema renovável mais conveniente de instalar na nossa casa, surgem muitas dúvidasQuando se trata de encontrar o sistema renovável mais conveniente de instalar na nossa casa, surgem muitas dúvidas e não sabemos se optamos pela aerotérmica ou a geotérmica. Embora sejam as duas tecnologias limpas, cada uma tem a sua própria função.
Como arrefecer a casa de forma natural
Como arrefecer a casa de forma natural
Eficiência energética
19/02/2024
Quer poupar no consumo do ar condicionado? Aqui proporcionamos-lhe os melhores conselhos para arrefecer a sua casa de forma natural.