Classificação da nova eficiência energética em eletrodomésticos

É importante conhecer a classificação da nova eficiência energética em eletrodomésticos, para economizar mais na sua conta. Aprenda aqui tudo o que precisa de saber.
Home > Blog > Classificação da nova eficiência energética em eletrodomésticos

Porquê devemos saber o consumo de energia dos eletrodomésticos?

Conhecer o consumo de energia dos eletrodomésticos é uma das formas mais simples e práticas de poupar na conta de eletricidade. Cada eletrodoméstico tem um consumo específico de acordo com a sua eficiência energética, ou seja, a sua capacidade de executar uma tarefa num determinado tempo utilizando uma quantidade de energia limitada. Quanto mais eficiente for um eletrodoméstico, menos energia utilizará para desempenhar a sua tarefa, e esta é uma vantagem importante tanto para o ambiente como para si, pois consumirá menos eletricidade.

É verdade que alguns eletrodomésticos podem custar um pouco mais inicialmente se tiverem um rótulo de eficiência energética de muito alta qualidade, mas são sempre mais rentáveis a longo prazo, porque o investimento inicial acabará por se pagar graças à poupança que pode ver na sua conta de electricidade. É sempre importante olhar para o rótulo de eficiência energética de um eletrodoméstico quando o compra, pois é a melhor forma de saber que está a fazer uma boa compra, o que lhe permitirá poupar e fazer um consumo muito mais sustentável.

Escolha com o génio da poupança

O Eligenio é o comparador de que necessita para poupar na sua conta de eletricidade. Deixe-nos acender a sua lâmpada!

Novos rótulos de eficiência energética em eletrodomésticos

Os rótulos de eficiência energética nos eletrodomésticos existem há já alguns anos, e as pessoas já se habituaram a eles, mas desde 2021 o sistema mudou para evitar mal-entendidos entre os consumidores.

Um rótulo de eficiência energética é um certificado que normalmente acompanha o eletrodoméstico na forma de um autocolante, ou pode ser encontrado entre a documentação obrigatória do eletrodoméstico, e indica o seu grau de eficiência.

Existem diferentes tipos de eficiência energética para eletrodomésticos, que são representados por um código de cores e letras que permitem aos usuários conhecer de forma fácil e intuitiva a capacidade de uma máquina de lavar roupa, um forno ou um refrigerador para aproveitar a energia elétrica de forma eficiente.

A mudança na classificação dos eletrodomésticos deve-se a que o antigo rótulo podia ser considerado enganoso, pois atribuía um valor muito elevado às eficiências que na verdade não eram tão recomendáveis. Com a nova rotulagem, fazer uma compra inteligente é muito mais simples e mais fiável, razão pela qual é necessário conhecer as equivalências na nova classificação da eficiência energética.

Equivalências na nova classificação de eficiência energética para eletrodomésticos

Na classificação da eficiência energética dos eletrodomésticos até 2021, o código de cores variava do verde escuro ao vermelho, e de A+++ a D.

Agora a situação mudou, e as classificações A+, A++ e A+++ foram removidas para mover todas as letras três caixas para trás. O código de cores permanece como estava, mas é dada uma equivalência como a seguir:

  • O antigo A+++ é o novo A.
  • O antigo A++ é o novo B.
  • O antigo A+ é agora C.
  • O antigo A é agora o D.
  • O antigo B é agora chamado E.
  • O velho C tornou-se o F.
  • Finalmente, o D, a classificação mais baixa, é agora G.

Desta forma, evita-se uma possível confusão. Se seguir a equivalência, notará que um eletrodoméstico de eficiência média, como um D, foi anteriormente classificado com um A, letra que para os consumidores têm um valor muito positivo, o que levou a erros na compra. Com este novo código, é muito mais fácil compreender que os eletrodomésticos que realmente valem a pena adquirir são aqueles classificados com um A, e que a partir daí a eficiência energética se reduz.

Que eletrodomésticos são obrigados a levar o rótulo energético?

Qualquer eletrodoméstico que consuma uma quantidade considerável de energia deve levar este rótulo de eficiência energética, pois esta é a única forma de garantir uma compra justa pelo consumidor. Em geral, os seguintes eletrodomésticos devem levar o rótulo energético obrigatório:

  • Congeladores
  • Frigoríficos
  • Aquecedores de água
  • Fornos
  • Aparelhos de ar condicionado
  • Lâmpadas e candeeiros
  • Máquinas de lavar loiça
  • Máquinas de lavar
  • Televisões
  • Secadores