Buscador
Poupe na luz e no gás!

> Blog > Diferenças entre ICPs monofásicos e trifásicos
Diferenças entre ICPs monofásicos e trifásicos

Diferenças entre ICPs monofásicos e trifásicos

Para a pergunta sobre o motivo do ICP disparar não sendo o motivo o consumo, neste artigo analisaremos quais podem ser as distintas causas.

Quando observa uma instalação elétrica e tem alguns conhecimentos, rapidamente dará conta da existência de um ICP monofásico ou trifásico. Isto porque cada um tem mais ou menos componentes e uma corrente muito específica flui através deles.

De forma mais concreta, as diferenças entre um ICP monofásico e um trifásico têm a ver com as duas fases e com as correntes alternadas. Por isso, vamos analisar de mais perto as suas características e diferenças para conseguir distinguir rapidamente:

Características do ICP monofásico

No caso do ICP monofásico, a característica mais marcante é o facto de ter duas alavancas instaladas porque o ICP é duplo. Só se utiliza uma fase e corrente alternada com uma tensão de 220 a 230 volts. Este tipo de ICP pode ser encontrado em locais domésticos, quer se trate de apartamentos ou de casas de campo.

Características do ICP trifásico

No caso do ICP trifásico, a característica em destaque é o facto de ter três ou mais alavancas instaladas, pelo que não se trata de um ICP duplo, mas sim superior. Utiliza também três fases e três correntes alternadas para dividir a potência, com uma tensão de 380 volts. Este tipo de ICP pode ser encontrado em empresas.

Como distinguir um ICP monofásico de outro trifásico?

Para distinguir um ICP monofásico de outro trifásico, o principal é o local onde estão instalados. Como já tem conhecimento, o ICP monofásico é instalado em habitações e o ICP trifásico é encontrado em escritórios. Se utiliza um ou outro ICP dependendo da função da potência contratada:

  • Se utiliza entre 13.86 kW e 14.49 kW ou menos, que é o mais comum numa habitação familiar, então teria de utilizar um ICP monofásico.
  • Se utiliza mais de 14.49 kW num local, então o melhor será instalar um ICP trifásico, encontrado em escritórios comerciais, administrações e empresas.

A importância de distinguir entre um ICP monofásico e outro trifásico não se trata apenas dos seus componentes, como as fases, potência e as correntes alternadas que utilizam. É especialmente importante porque, se a potência for pouca, um ICP monofásico fará poupar dinheiro.

Por exemplo, se utiliza menos de 13.86 kW de potência, o normal é que utilize um ICP monofásico e não o trifásico. Se tem dúvidas sobre como pagar menos nas faturas de eletricidade, consulte as ofertas nas tarifas com ajuda da Eligenio e melhore a eficiência energética.

Eligenio: Poupe escolhendo

Pague menos pelo seu consumo de energia, fazendo a escolha certa. Poupe tempo com o nosso comparador!
Precisa de ajuda?

Consequências do disparo contínuo do ICP

A pior consequência quando o ICP se desliga sem motivo é a falta de eletricidade devido a um curto-circuito ou a uma avaria nas instalações antigas. Como sabe, existem muitas razões para que o ICP se desligue e deve verificar todas elas para evitar danos na instalação elétrica:

Pode produzir-se um curto-circuito

Quando o ICP dispara sem motivo, apesar de ter desligado todos os aparelhos que tinha ligados e de ter tentado reiniciar a corrente, o ICP pode estar a alertar da existência de um curto-circuito. O melhor será chamar um eletricista para realizar uma revisão na instalação.

Pense que, às vezes, as instalações podem estar antiquadas ou podem existir cabos com ruturas, velhos ou em mau estado. Nas instalações elétricas, todos os componentes têm que estar perfeito estado para o seu correto funcionamento, caso contrário, terão de ser substituídos a tempo.

Os componentes do sistema podem ser danificados

Cada vez que dispara o ICP evita-se que um excesso de corrente circule pela instalação. Este excesso de corrente deve-se a ter uma potência contratada inferior àquela que tenta utilizar, seja porque um dispositivo é potente ou estar a usar muitos ao mesmo tempo.

Em qualquer caso, o ICP não pode suportar toda essa intensidade e ativa-se o mecanismo de apagar a luz. Pode também acontecer que o aumento de potência seja tão grande que a instalação não o consiga suportar. Por vezes, os componentes do sistema podem avariar-se.

O diferencial tem de ser substituído no final

Por vezes, também é possível que o diferencial esteja em mau estado. Normalmente o diferencial distingue-se por ser uma espécie de botão de cor laranja. Quando o pressiona e ele salta, funciona bem, enquanto o facto de não se mover indica o contrário.

Pode verificar este facto com um analisador de disjuntores de corrente residual, que analisa o nível de sensibilidade do botão laranja. Se o nível de sensibilidade for zero, indica que não funciona. Isto é mais comum em casas construídas antes do ano 2000.

O que deve fazer neste caso? O melhor será chamar um técnico eletricista, pois o mesmo fará todas as verificações e substituirá o disjuntor por um novo, se necessário. O importante é manter a instalação elétrica sempre protegida.

Existe um risco sério de eletrocussão

Imagine que tem um cabo da instalação elétrica em mau estado ou que está a ocorrer uma derivação por se encontrar em zonas húmidas da casa, como a casa de banho ou a cozinha. Aqui qualquer pessoa pode correr o sério risco de sofrer uma eletrocussão.

Pode ter uma ideia se o ICP dispara constantemente sem motivo para o proteger de eletrocussão quando o faz à chuva ou após ter ligado a máquina de lavar roupa. É provável que um condutor não esteja devidamente isolado e esteja a transportar corrente quando está um pouco húmido.

Se o ICP deteta este tipo de sinais, o seu mecanismo ativar-se-á para o proteger. Mesmo que ocorra um acidente com corrente elétrica, este não terá repercussões graves para a sua saúde. O importante é contactar um técnico para resolver o problema da derivação.

Revisão obrigatória da caldeira: prazos e custos
Revisão obrigatória da caldeira: prazos e custos
Casa
22/02/2024
Quer saber quanto tempo tem para fazer a revisão obrigatória da caldeira? Conhece os seus custos? Descubra aqui toda a informação.
Pilha de combustível vs bateria, qual é a melhor?
Pilha de combustível vs bateria, qual é a melhor?
Tipos de Energia
22/02/2024
As pilhas de combustível e as baterias são muito utilizadas no mundo da mobilidade elétrica. Descubra aqui as suas diferenças.
Como preparar a casa para o inverno
Como preparar a casa para o inverno
Guías sobre eletricidade e gás
22/02/2024
Quer saber como preparar a casa para o inverno por si mesmo? Neste artigo contamos-lhe os segredos para se manter quente este ano.
Como fazer edifícios sustentáveis
Como fazer edifícios sustentáveis
Eficiência energética
19/02/2024
saber como fazer edifícios sustentáveis é fundamental se vamos reduzir as emissões de CO2 até 40% globalmente.
Aerotérmica ou geotérmica, qual escolher?
Aerotérmica ou geotérmica, qual escolher?
Tipos de Energia
19/02/2024
Quando se trata de encontrar o sistema renovável mais conveniente de instalar na nossa casa, surgem muitas dúvidasQuando se trata de encontrar o sistema renovável mais conveniente de instalar na nossa casa, surgem muitas dúvidas e não sabemos se optamos pela aerotérmica ou a geotérmica. Embora sejam as duas tecnologias limpas, cada uma tem a sua própria função.
Como arrefecer a casa de forma natural
Como arrefecer a casa de forma natural
Eficiência energética
19/02/2024
Quer poupar no consumo do ar condicionado? Aqui proporcionamos-lhe os melhores conselhos para arrefecer a sua casa de forma natural.