Guia para calcular a potência elétrica ideal em casa

Com este guia para calcular a energia eléctrica ideal para a sua casa, não terá qualquer problema em fazer a escolha mais inteligente.

Escolha com o génio da poupança

O Eligenio é o comparador de que necessita para poupar na sua conta de eletricidade. Deixe-nos acender a sua lâmpada!

Quando nos mudamos para uma casa nova, uma das coisas que temos de ter em conta é a energia elétrica de que necessitaremos para viver sem ter problemas com cortes de energia, mas também sem pagar em excesso a nossa conta de eletricidade. Com este guia para calcular a energia elétrica ideal para a sua casa, não terá nenhum problema em fazer a escolha mais inteligente.

Como posso calcular a potência elétrica de que preciso?

Nem todos sabem como calcular a potência elétrica necessária em casa. Esta escolha é mais importante do que parece, visto que contratar a energia certa não só lhe permite poupar na sua conta de eletricidade, mas também evita tropeçar inesperadamente o fusível se utilizar mais energia do que a contratada.

Para calcular a potência elétrica necessária na sua casa, deve seguir uma série de passos detalhados abaixo.

Estudo da instalação

A primeira coisa a saber para quem se pergunta como calcular a potência elétrica de que preciso é que cada instalação é diferente.

A diferença básica é entre instalações monofásicas e trifásicas. Se estiver a tentar calcular a potência necessária para uma casa normal, muito provavelmente terá uma instalação monofásica. No entanto, em casas maiores ou em alguns negócios e empresas poderia ser trifásico.

No caso de instalações monofásicas, existe apenas uma fase, e a potência contratada não pode exceder 15 kW, sempre com uma ligação de baixa tensão. As instalações trifásicas, com três fases, podem exceder estes 15 kW de potência, para além de suportarem uma ligação de alta tensão.

Para saber se tem uma instalação monofásica ou trifásica na sua casa, pode verificar a sua conta de eletricidade ou simplesmente olhar para o painel elétrico para ver se o interruptor tem uma ou três alavancas.

Calculadora de potência online

A potência contratada é a quantidade máxima de eletricidade que se pode utilizar em simultâneo. A melhor maneira de otimizar os seus custos de eletricidade é pagar pelo que precisa, nem mais, nem menos, e isto é fundamental quando contrata a energia elétrica da sua casa. Por esta razão, muitos utilizadores consideram da calculadora de potência elétrica online a melhor forma de adaptar a energia às suas necessidades e poupar na sua conta.

Estas calculadoras funcionam como uma ferramenta para estimar o consumo e dar uma resposta à questão de como calcular a energia elétrica de que preciso. Requerem apenas a introdução de alguns dados como a localidade, os contadores da casa ou a utilização de aparelhos elétricos para gerar um resultado sobre a energia requerida pela casa.

Fórmula de cálculo de potência elétrica

Se as calculadoras em linha fornecem dados muito diferentes, ou dados que não correspondem à sua pre-conceção, pode também efetuar um cálculo manual utilizando uma fórmula para calcular a potência elétrica.

Com esta fórmula simples poderá saber que poder precisa para contratar para a sua casa, embora deva ter em mente que se comprar novos aparelhos ou mudar os que já tem, o resultado poderá mudar.

Para tal, deve fazer uma lista dos principais aparelhos na sua casa, os que estão sempre ligados ou os que utiliza diariamente, e anotar os quilowatts utilizados por cada um deles. Esta informação pode ser encontrada no manual do utilizador ou no rótulo de eficiência energética.

Após anotar os kW utilizados pelo seu frigorífico, máquina de lavar roupa, forno, televisores, máquina de lavar louça, aquecimento, micro-ondas e placa de cerâmica, entre outros, deverá somar estes valores para saber quanto pode gastar se os utilizar a todos em simultâneo.

Este valor é multiplicado pelo chamado fator de simultaneidade, equivalente a 0,25, e por fim, ao valor obtido, deve acrescentar-se 1 kW. O resultado desta operação será a potência mínima que deverá contratar na sua casa.

Recomendações para calcular a potência elétrica necessária

Embora possa aplicar as dicas que lhe demos acima para calcular a energia elétrica ideal em casa, em geral, há algumas recomendações muito úteis para ter uma ideia aproximada de quanta potência precisa sem ter de fazer cálculos complexos e sem se desviar demasiado da sua potência ideal.

Potência recomendada segundo o tamanho da habitação

O tamanho de uma casa tem uma influência direta na quantidade de energia a ser contratada, especialmente ao ter em conta o aquecimento.

A potência varia muito dependendo se a casa é aquecida por aquecimento a gás ou por uma bomba de calor, dado que este último sistema consumirá abundante energia elétrica.

Em geral, para um apartamento de 60 m2 com uma família pequena ou média, um máximo de 4,6 kW é geralmente suficiente para cobrir todas as necessidades energéticas. Para apartamentos com mais de 100 m2, ou com um maior consumo devido a famílias maiores, a potência pode ir até cerca de 10 kW.

As instalações trifásicas e as potências contratadas de cerca de 15 kW são geralmente necessárias apenas no caso de casas muito grandes ou de grandes empresas.

Conheça o seu consumo médio mensal

Outra forma muito simples de calcular a sua energia elétrica ideal é através de um simples estudo do seu consumo médio.

Uma forma bastante aproximada de o fazer é reunir as suas contas de eletricidade dos últimos 12 meses, onde pode ver em que meses gasta mais e em que meses gasta menos, bem como o seu consumo médio, somando todos os consumos e dividindo pelo número total de meses. Neste caso, a potência contratada deve ser pelo menos igual ao seu consumo máximo ao longo do ano.

Se não tiver faturas a consultar, ou se quiser uma medição mais precisa, pode também consultar o consumo de eletricidade de cada período diretamente no seu contador digital. Isto permite-lhe saber mais precisamente qual é o seu consumo habitual e se precisa de aumentar ou reduzir a sua potência elétrica.Em qualquer caso, uma mudança de casa, empresa ou instalação, bem como a compra de novos eletrodomésticos ou um novo sistema de ar condicionado, pode afetar o seu consumo, pelo que é melhor ter em conta estes fatores para os aplicar à fórmula de consumo de energia, escolhendo assim a potência ideal para a sua casa, com a qual poderá poupar a curto e longo prazo.