Indução ou vitrocerâmica, qual é a melhor placa?

Se pensa em remodelar a sua cozinha e não tem a certeza se vai comprar indução ou vitrocerâmica, aqui explicamos todas as características.
Home > Blog > Indução ou vitrocerâmica, qual é a melhor placa?

Placa de indução

As placas de indução, apesar de terem certa semelhança na aparência com as placas de vitrocerâmica, não têm o mesmo sistema de aquecimento ou sistema de funcionamento em geral. As placas de indução diferem das placas de vitrocerâmica na medida em que, em vez de aquecerem a placa, apenas aquecem o objeto por meio de um campo magnético.

Características

A principal característica das placas de indução é que geram o calor instantaneamente por meio de energia eletromagnética, pelo que apenas aquecem os recipientes que precisa e não a superfície.

Qualquer placa de indução está equipada com um íman que é o encarregado de permitir a estimulação elétrica para criar o campo magnético que emana o calor para qualquer recipiente colocado na placa.

As placas de indução têm uma aparência muito semelhante às placas de vitrocerâmica, pois consistem numa placa de cristal cerâmico que permite regular a intensidade do calor, o que é feito por meio de vários botões de toque.

Vantagens e desvantagens

As placas de indução têm algumas vantagens que as placas de vitrocerâmica não têm. No entanto, também têm algumas desvantagens que deve ter em conta antes de escolher um sistema em detrimento do outro.

Vantagens das placas de indução

  • Aquece duas vezes mais rápido: uma das principais e mais importantes vantagens das placas de indução a ter em conta é que aquecem mais rapidamente do que as placas de vitrocerâmica, o que a longo prazo permite uma maior poupança de tempo e eletricidade.
  • Maior eficiência: não só a sua maior eficiência se deve ao fcato de que, como vimos anteriormente, o seu processo de aquecimento é muito mais rápido, mas também porque a sua emanação focal de calor não permite qualquer perda de calor adicional, daí a sua eficiência.
  • Maior segurança: o facto de o calor poder ser concentrado em apenas um ponto da placa de vidro significa que o resto da placa não atinge a mesma temperatura. É muito menos suscetível de queimar e também facilita a limpeza, pois não há calor residual e qualquer alimento que possa cair não cola ou adere à placa.

Desvantagens das placas de indução

  • Precisa de acessórios especiais: uma desvantagem de adquirir a placa de indução é que precisa de panelas, frigideiras e recipientes que sejam compatíveis com o seu funcionamento eletromagnético para que funcione e aqueça o recipiente. Ou seja, se comprar uma placa de indução deve substituir os seus acessórios de cozinha ferromagnéticos, o que pode aumentar um pouco o investimento inicial.
  • Deve prestar mais atenção ao tempo de cozedura: como os alimentos aquecem muito mais rapidamente, é preciso prestar mais atenção ao tempo de cozedura, pois podem queimar se não se aprender a controlar bem o tempo.
  • Preço mais elevado: em geral, um fogão de indução é muito mais caro do que um fogão vitrocerâmico. No entanto, é certo que este custo mais elevado é amortizado pelo baixo consumo da própria placa de indução.

Placa vitrocerâmica

Uma placa de vitrocerâmica é basicamente uma placa de vidro cerâmico que aquece os alimentos graças às resistências elétricas que contém no seu interior. A vitrocerâmica é hoje em dia a opção mais comum nas casas.

Características

O principal sistema de funcionamento das placas de vitrocerâmica baseia-se na geração de calor através das resistências elétricas que se encontram debaixo do vidro vitrocerâmico que compõe a placa. Desta forma, graças às resistências, o vidro é aquecido e assim transmite o calor para os recipientes que são colocados em cima dele.

Vantagens e desvantagens

Vantagens das placas de vitrocerâmica

  • Preço mais barato: uma das principais vantagens da vitrocerâmica é o seu preço, muito mais barato em comparação com o custo das placas de indução.
  • Aquecimento progressivo: esta é uma vantagem para cozinhar os alimentos que não têm de ser aquecidos imediatamente, tornando mais fácil a sua cozedura perfeita. Da mesma forma, isto também permite manter melhor o calor residual, deixando que os alimentos continuem a cozinhar uma vez que tenha sido desligado.
  • Aceita qualquer tipo de recipiente: ao contrário da indução, a vitrocerâmica tem a vantagem de ser compatível com qualquer tipo de recipiente de cozinha, seja ferro, alumínio ou mesmo barro.

Desvantagens das placas de vitrocerâmica

  • Muito mais lento: uma das desvantagens da vitrocerâmica é que leva muito mais tempo a ferver água ou a aquecer os alimentos do que a indução, pelo que o consumo de energia é muito maior.
  • É menos seguro: a placa de vitrocerâmica demora muito mais tempo a arrefecer do que a placa de indução. Por isso, como há calor residual, deve ter sempre mais cuidado para não se queimar, especialmente ao limpar ou ao deixar as crianças aproximarem-se dela.
  • Arranha e suja mais facilmente: para evitar danos no vidro cerâmico da placa de vitrocerâmica, o ideal é usar produtos específicos para ele, a maioria deles de grandes marcas que geralmente custam mais do que outros.

Qual utiliza mais energia: indução ou vitrocerâmica?

Quando se trata de fazer a escolha complexa entre a indução e as placas de vitrocerâmica, um aspeto a ter em conta para determinar qual é o melhor a comprar é o consumo de energia de cada uma.

Geralmente, as placas de indução têm um menor consumo de energia, pois cozinham os alimentos em menos tempo, a energia consumida é muito menor, gastando entre 80% e 90%.

Eligenio: Poupe escolhendo

Pague menos pelo seu consumo de energia, fazendo a escolha certa. Poupe tempo com o nosso comparador!

Por outro lado, as placas de vitrocerâmica têm um maior consumo de energia, sendo que a indução geralmente representa uma redução de 30% no consumo de energia em relação às placas de vitrocerâmica.

Portanto, resumindo, se procura poupar no seu consumo de energia, comprar uma placa de indução será mais rentável. Contudo, deve ter em conta as outras qualidades da placa e ver se é o que procura para a sua casa.

Qual é melhor: indução ou vitrocerâmica?

Quando se trata de saber se a indução ou placa de vitrocerâmica é melhor, a resposta não é simples nem concisa. Comprar uma ou outra dependerá de muitos fatores, sobretudo do preço, do consumo de energia que se deseja e das diferentes características que possuem.

Ambas as opções oferecem tanto desvantagens como qualidades, por isso, quando se trata de escolher uma ou outra, é aconselhável ter em conta as suas características e também os seus gostos e necessidades, assim como pensar em como irá utilizar a placa na sua cozinha e se as opções são adequadas ao que procura.