Home > Blog > Quanto consome um ambientador elétrico

Quanto consome um ambientador elétrico

Se quiser saber quanto é o consumo de um ambientador elétrico, aqui encontrará informação sobre o seu consumo médio e como funciona.

Como funciona um ambientador elétrico?

Os ambientadores elétricos são dispositivos responsáveis por perfumar qualquer ambiente ou espaço e tornaram-se um elemento essencial na vida quotidiana de muitas pessoas. Existem diferentes tipos e modelos de ambientadores elétricos no mercado, mas o seu modo de utilização é sempre o mesmo.

O funcionamento destes dispositivos elétricos é muito simples e baseia-se na expulsão de uma alta concentração de essências, principalmente para perfumar. Por outras palavras, o ambientador elétrico começa a funcionar quando a resistência elétrica aquece a fragrância e esta começa a evaporar transformando-se em micropartículas de água misturadas com um aroma natural ou artificial que são progressivamente dispersas por toda a sala.

Consumo médio do ambientador elétrico

Em geral, um ambientador elétrico padrão com cerca de 1,5 W de potência gastará normalmente cerca de 0,000195 euros por hora de utilização.

No entanto, se quiser saber quanto é que um ambientador consome num maior intervalo de horas, aqui está uma tabela com os valores aproximados do kWh consumido por um ambientador elétrico por hora:

Consumo do ambientador elétrico por horas de utilizaçãoConsumo kWh
Consumo ambientador elétrico 1 hora0,0015
Consumo ambientador elétrico 4 horas0,006
Consumo ambientador elétrico 8 horas0,012
Consumo do ambientador elétrico ligado à corrente durante todo o dia0,036

Quanto consome um ambientador elétrico?

O consumo total do ambientador dependerá do tempo que se mantiver ligado ou da frequência com que se utilizar este dispositivo elétrico.

Uma maneira fácil de descobrir qual é o consumo é calcular o número de horas por dia em que o aparelho é utilizado, a sua potência em Watts(W) e o preço por kWh que paga atualmente na sua conta de eletricidade (encontre-o na sua fatura de eletricidade).

Ambientador elétrico ou difusor de aroma: qual consome mais energia?

Os ambientadores elétricos e difusores de aroma pertencem à mesma categoria de ambientadores alimentados por eletricidade.

No entanto, existem diferenças entre eles, especialmente se nos concentrarmos na quantidade de energia que cada dispositivo consome. Em geral, o ambientador elétrico utiliza menos energia do que um difusor, dado que enquanto este ambientador tem apenas 1,5 W, os difusores têm normalmente cerca de 10-12 W, pelo que, embora este último seja ainda de baixo consumo, em comparação com o ambientador elétrico, consome mais.

Dicas sobre como poupar no consumo de um ambientador elétrico

É um facto que queremos sempre que a nossa casa seja um lugar onde possamos relaxar e onde nos sintamos à vontade, e o cheiro desempenha um papel importante neste contexto.

Cada dia mais e mais pessoas utilizam ambientadores elétricos nas suas casas para criar uma atmosfera reconfortante, mas por vezes temos tendência a ter estes ambientadores ligados todo o dia, o que é uma despesa desnecessária a longo prazo.

Há várias dicas que pode seguir para fazer melhor uso do seu ambientador elétrico, portanto, fazer maiores economias a cada mês.

Escolher um ambientador que tenha um baixo consumo é o mais importante para que, não importa quanto tempo o tenha ligado, ele consuma o mínimo e possa desfrutar de uma fragrância reconfortante na sua casa sem se preocupar com isso.

Outra dica que pode implementar na sua vida diária é desligar o ambientador se não estiver fisicamente na sala, pois isto evitará o consumo irresponsável e, ao mesmo tempo, poupará na sua conta de eletricidade.

Com estes pequenos gestos irá contribuir para um melhor consumo do seu ambientador elétrico e, ao mesmo tempo, irá beneficiar de poder poupar facilmente.

Alternativas mais sustentáveis aos ambientadores elétricos

Há várias maneiras de eliminar maus cheiros na sua casa ou criar uma atmosfera agradável de cheiro de uma forma mais sustentável do que com um ambientador elétrico.

Hoje em dia é possível encontrar muitas mais alternativas naturais para desfrutar de ar puro na sua casa, tais como incenso ou pau santo, muito comuns em supermercados ou lojas locais e podem ser usados para refrescar uma sala numa questão de segundos.

Há também a opção de águas aromáticas, vaporizadores muito refrescantes que se podem comprar ou fazer em casa com ingredientes básicos como álcool, hidrolato de rosa e ingredientes naturais como casca de citrinos, alecrim, canela, etc.

Finalmente, os Mikados são também um excelente ambientador que é uma boa alternativa aos ambientadores elétricos. Estes libertam as fragrâncias dos óleos essenciais durante muito tempo, tornando o cheiro muito perceptível assim que se entra na sala, pelo que são uma boa maneira de refrescar a sua casa de uma forma muito mais sustentável.