Home > Blog > Quanto consome um monitor de PC

Quanto consome um monitor de PC

Todavía, não sabes quanto consome o teu monitor? Nós contamos-lhe neste artigo.

Na hora de comprar um monitor de PC é importante conhecer o consumo do produto, pelo que devemos verificar a sua etiqueta energética. É que, por muito que necessite de utilizar este aparelho, o certo é que um monitor de PC pode chegar a consumir bastante energia.

Classificação energética de um monitor de PC

A etiqueta energética do monitor de um PC é um sistema de classificação que mostra quanta energia utiliza o seu monitor.

A mesma baseia-se na quantidade de eletricidade utilizada durante um determinado período de tempo. Quanta mais eletricidade utilizar, pior será a classificação na etiqueta energética. As etiquetas energéticas são obrigatórias para todo o tipo de produtos elétricos que se vendem dentro do mercado da União Europeia, pelo que não podem ser manipulados, já que estão reguladas.

Em março de 2021, a UE alterou a etiqueta energética dos eletrodomésticos para facilitar e simplificar a compreensão por parte dos consumidores, já que anteriormente podíamos encontrar etiqueras como A+, A++ e A+++, o que dificultava a compreensão por parte do consumidor. Com a nova distribuição energética, o raio de consumo é compreendido entre A até ao G, sendo uma escala de menos eficiência, o que permite uma maior compreensão pelo cliente final.

Seguindo a nova escala, podemos encontrar várias classificações diferentes para os monitores:

  • A: Este é o melhor nível de eficiência energética e significa que um monitor consome menos de 0,5 kWh por hora.
  • B: Significa que um monitor usa entre 0,5 e 1 kWh por hora, um raio que continua a ser muito bom para uma pessoa média, mas não tão bom quanto o A.
  • C: Isto significa que um monitor usa entre 1 e 2 kWh por hora, pelo que o seu consumo energético não é muito eficiente.

Claro que também podemos encontrar monitores com pior classificação energética, mas o certo é que não são tão habituais.

Ficha técnica de um monitor de PC

A ficha técnica de um monitor de PC é um documento que contém todas as especificações e características de um modelo particular de ecrã.

Esta base de dados inclui informação sobre o tamanho, resolução, brilho, tempo de resposta, as portas de entrada e outras funções do monitor. Inclui também informação sobre a garantia do produto e a compatibilidade com diferentes sistemas operativos.

Todas as especificações cumprem uma função muito útil, já que oferecem aos consumidores a informação que necessitam para tomar uma decisão mais informada.

Os monitores de PC têm nos acompanhado nas últimas décadas e sofrido muitas alterações nesse espaço de tempo. As fichas técnicas destes monitores também foram alteradas para incluir novas funções, como ecrãs de alta resolução e ecrãs táteis. Mais adiante veremos os seus dados mais importantes.

Cor e brilho

Na cor existem principalmente duas características: a profundidade da cor, que se refere à quantidade de tons que pode mostrar o monitor (medida em bits); e o espectro da cor, que representa os distintos espaços de cor para onde foram formados.

Por outro lado, o brilho corresponde à sua iluminação, ou seja, à intensidade de luz emitida pelo monitor (medido em nits).  

Resolução do monitor e tamanho

A resolução é referente ao número de pixels que o produto suporta, obtidos desde a multiplicação dos pixels horizontais para os verticais (por exemplo, 1920×1080).

Por outro lado, o tamanho corresponde à longitude do monitor de PC, medido em polegadas, tendo como referência a diagonal do ecrã.

Taxa de atualização

Este dado é referente ao número de vezes que o monitor atualiza por um segundo. Mede-se em hertz (hz). A taxa de atualização é especialmente importante porque determina os frames que se pode desfrutar em, por exemplo, videojogos. Assim, os melhores monitores podem chegar a alcançar uma taxa de atualização de 120Hz com facilidade.

Tiempo de resposta

O tempo de resposta é a quantidade de tempo que se usa um pixel na mudança de cor. É medido em milissegundos. Geralmente, considera-se um bom tempo de resposta aquele que se encontra abaixo dos 5 milisegundos.

Entradas de vídeo

Este elemento da ficha técnica refere-se ao número de entradas de vídeo que tem um monitor, como as clássicas VGA e DisplayPort, as mais usadas na atualidade, como o HDMI e as entradas tipo USB-C.

Neste sentido, interessa-lhe conhecer um monitor que tenha uma alta compatibilidade, para conseguir conectá-lo com todo o tipo de periféricos e computadores distintos sem encontrar problemas nesse sentido.

Voltagem nominal

A voltagem nominal representa o valor diferencial da potência exibida no ecrã. É medido em volts (v).

Potência em voltagem nominal

Por outro lado, a potência na voltagem nominal refere-se à potência máxima que suporta um produto, neste caso, um ecrã de PC. A medição é feita em watts (w).

Quantos watts utiliza um monitor?

Dependendo da marca e modelo, o monitor de PC terá um determinado consumo energético. Nesse sentido, cada ecrã tem um consumo muito diferente, dependendo de fatores como tamanho, luminosidade ou o seu nível de eficiência energética.

De outras formas, para ter uma estimativa de consumo dependendo do uso, usamos como referência um Asus ROG STrix XG35VQ, que conta com uma potência de 49W consome 0,00735 € por hora.

Horas de usoConsumo kW/h
Consumo de monitor de PC menos de 4 horas0,02205€
Consumo de monitor de PC entre 4 e 8 horas0,05145€
Consumo de monitor de PC de 8 a 12 horas0,08085€
Consumo de monitor de PC todo o dia0,1764€

A escolha certa, a escolha inteligente

Quer poupar nas suas contas de electricidade e gás? Escolher bem agora tem um nome: Eligenio

Quanto consome um monitor de PC standby

Ao contrário do que poderíamos pensar, quando o nosso monitor de PC se encontra no modo standby, o ecrã continua a consumir energia apesar da sua inatividade

Por isso, embora o custo energético reduza consideravelmente, é recomendado desligar o equipamento da corrente para minimizar o consumo a zero.

Novamente, o consumo do ecrã irá depender das características que variam muito entre modelos, como, por exemplo, o tamanho da eficiência energética. Por isso, é complicado dar uma estimativa válida para todos os monitores.

Como economizar o consumo de energía de um monitor de PC

O monitor de gama média tem um consumo de energia em volta de 40 volts, o que não é nada mal. Todavia, se tiver vários monitores no seu escritório, é possível que estejam a consumir mais de 100 volts de eletricidade. 

Se se preocupa com impacto que o seu monitor de PC pode ter sobre a fatura da luz, estes são alguns dos melhores conselhos para diminuir o consumo do mesmo:

  • Evite mantê-lo ligado se não estiver a utilizar. De facto, pode sempre ir um passo mais à frente e desligá-lo da corrente quando não o utiliza, para evitar o consumo residual.
  • Baixe o brilho do seu monitor. O brilho é um dos aspetos que mais influência no custo de um monitor de computador.
  • Ajuste o fundo do ambiente de trabalho e use aplicações no modo escuro. Quanto mais brilhante for a imagem de fundo do seu monitor, maior será o seu consumo, pelo que devemos reduzir o nosso gasto facilmente, alterando as apps que utilizamos.
  • Escolha uma boa tarifa energética. Como pode imaginar, contar com um bom plano energético pode ajudá-lo a economizar muito dinheiro na fatura da luz.

Esperamos que tenha conseguido esclarecer as dúvidas que poderia ter sobre o consumo do seu monitor de PC. Como pode ver, trata-se de um setor muito amplo e com uma grande quantidade de modelos para eleger, por isso estamos seguros que encontrará um perfeito para si.