Home > Blog > Quanto consome uma ventoinha

Quanto consome uma ventoinha

Quer saber quanto consome uma ventoinha? Revimos as características deste equipamento e o consumo de energia que representa na sua casa.

Classificação energética das ventoinhas

As ventoinhas são uma das peças de equipamento mais frequentemente utilizadas em casa durante os meses mais quentes. No entanto, muitos consumidores interrogam-se quanto consome uma ventoinha, como no verão, quando as ventoinhas são mais utilizadas, os preços da energia tendem a ser elevados. Isto faz com que seja necessário ter cuidado com o tempo de permanência, para evitar surpresas desagradáveis na conta da eletricidade.

Quando se trata de consumo, existe uma informação chave: a classificação energética, que indica a eficiência com que estes aparelhos utilizam energia. Tal como outros eletrodomésticos, estes também são guiados por rótulos da União Europeia, que vão desde A para os aparelhos mais eficientes até G para os menos eficientes.

Para além da classificação energética, as etiquetas das ventoinhas indicam o consumo de kWh, fluxo de ar e dimensões da ventoinha.

Ficha técnica da ventoinha

Existem hoje centenas de modelos de ventoinhas no mercado, cada um com características diferentes para se adequar a ambientes, climas e necessidades específicas. Mencionaremos as características mais importantes a ter em conta na escolha de um.

Potência

Isto determina a potência com que o motor funciona e, no que lhe concerne, o consumo de energia que terá. No caso das ventoinhas domésticas, as potências variam entre cerca de 40 W e cerca de 100 W, o que pode variar dependendo do modelo. Geralmente, as ventoinhas de chão são mais potentes do que os de teto.

Voltagem / Frequência

Estas duas características estão relacionadas com a eletricidade. A voltagem, também conhecida como tensão, é de cerca de 230 V para ventoinhas comercializadas em toda a União Europeia. A frequência, ou seja, o número de ciclos por segundo efetuados por uma onda de corrente alternada, é de 50 ciclos ou 50 Hz.

Fluxo de ar

Esta é a quantidade de ar que a ventoinha pode mover e depende diretamente da área das hélices e da velocidade do ar. O fluxo está relacionado com um terceiro fator: a pressão estática. Esta é simplesmente a pressão que o ar pode exercer sobre uma superfície e, neste caso, vai junto à potência com que deixa o dispositivo. O tamanho, grossura, forma, disposição e número de hélices também desempenham um papel fundamental.

Velocidade

Aqui falamos da velocidade a que as hélices giram no seu próprio eixo para produzir o fluxo de ar através delas. No caso das ventoinhas, a velocidade é medida em rotações por minuto (RPM), ou seja, o número de rotações completas em sessenta segundos. A maioria tem duas ou três opções diferentes para arrefecer o ambiente com mais ou menos intensidade.

Diâmetro

A maioria das ventoinhas tem uma base que segura uma cabeça circular sobre a qual se encontram as pás, que fazem girar o ar. Quanto maior o tamanho destas, maior a área sobre a qual o ar pode ser removido, o que significa mais frescura no espaço. Atualmente, a variedade é muito ampla e existem ventoinhas com cabeças que variam entre 8 cm e 120 cm de diâmetro, mesmo um pouco mais.

Quanto consome uma ventoinha de teto

A potência indicada nas ventoinhas de teto refere-se ao seu consumo durante uma hora de utilização. As unidades estão geralmente em watts (W), assim para converter isto em kWh e estimar os seus custos, basta dividir o número por cem. Por conseguinte, temos:

Potência da ventoinhaConsumo
Consumo ventoinha de 40W0.04 kWh
Consumo ventoinha de 45W0.045 kWh
Consumo ventoinha de 50W0.05 kWh
Consumo ventoinha de 55W0.055 kWh
Consumo ventoinha de 60W0.06 kWh
Consumo ventoinha de 65W0.065 kWh
Consumo ventoinha de 70W0.07 kWh

Quanto consome uma ventoinha de pé

O mesmo se aplica as ventoinhas de pé como no caso anterior, de modo que o seu consumo de energia depende da potência de saída:

Potência da ventoinhaConsumo
Consumo ventoinha de 40W0.04 kWh
Consumo ventoinha de 45W0.045 kWh
Consumo ventoinha de 50W0.05 kWh
Consumo ventoinha de 55W0.055 kWh
Consumo ventoinha de 60W0.06 kWh
Consumo ventoinha de 65W0.065 kWh
Consumo ventoinha de 70W0.07 kWh

Dicas sobre como poupar no consumo das ventoinhas

O consumo energético desses aparelhos é relativamente baixo em comparação, por exemplo, com um aparelho de ar condicionado. No entanto, é sempre uma boa ideia rever os seus hábitos de utilização para poupar o máximo de energia possível. Para o fazer, tenha estas dicas em mente:

  • Aproveite a ventilação natural: se a sala tiver janelas ou portas através das quais entram correntes de ar, coloque a ventoinha com o motor de costas para elas, para poder aproveitar o fluxo que vem do exterior.
  • Controle a velocidade: a menos que seja necessário, utilizar o aparelho à velocidade mais baixa, caso em que o seu consumo é consideravelmente inferior.
  • Cuide do local: certificar-se de que não há objetos grandes no caminho do fluxo de ar e posicionar a ventoinha de modo que esta chegue o mais longe possível à sala.
  • Desligue-o quando não o estiver a usar: a dica mais básica de todas, mas que é frequentemente ignorada. Se vai deixar a sala durante vários minutos, o melhor a fazer é desligá-la.

Não é complicado saber quanto consome uma ventoinha, uma vez que isto está diretamente relacionado com o seu poder. Em qualquer caso, o mais importante é ter um que seja adequado ao espaço em que será colocado e ter bons hábitos de utilização para ter o menor impacto possível nos custos de eletricidade.