Home > Blog > Quanto é que um computador portátil consome

Quanto é que um computador portátil consome

Sabe quanta energia consome um computador portátil? Neste guia analisamos todos os aspectos necessários para o ajudar a decidir qual comprar

Adquirir um computador portátil é uma tarefa difícil, pois existem centenas de modelos diferentes, cada um com características únicas que podem adaptar-se a necessidades muito diferentes.

Neste sentido, saber quanta energia consome um computador portátil antes de escolher um irá ajudá-lo a tomar a melhor decisão de compra.

Classificação energética de um computador portátil

Tal como acontece com muitos outros pequenos eletrodomésticos e aparelhos, não há etiqueta de classificação energética para computadores portáteis. No entanto, tratando-se de um computador que desempenha as mesmas funções que um computador de secretária, teremos interesse em saber quanta energia consome.

Geralmente, os computadores portáteis consomem muito menos energia do que os seus equivalentes de secretária. Com a maioria dos modelos, encontramo-nos diante de um aparelho eficiente, que irá satisfazer as nossas expectativas em termos de desempenho, além de respeitar o ambiente.

Ficha técnica do computador portátil

A ficha técnica de um portátil contém informação essencial sobre o produto. Ao lê-la, poderá conhecer as suas dimensões, peso, processador, software e funções principais.

A seguir, apresentamos os principais detalhes a ter em conta.

Processador

O processador é um elemento essencial para o correto funcionamento do sistema. No mercado dos computadores portáteis, existem duas empresas que têm quase a totalidade da quota de fabricação: Intel e AMD.

Os processadores podem ser divididos em dois grandes grupos. Os processadores No Mobile foram adaptados para serem utilizados em computadores portáteis após terem sido originalmente concebidos para computadores de secretária, enquanto que os processadores Mobile foram criados especialmente para este tipo de computadores.

A eleição do processador está estreitamente ligada à forma como irá utilizar o seu computador portátil, à sua atividade, e também aos seus hábitos. Hoje em dia, um processador i5 ou equivalente é suficiente para a maioria das pessoas, excepto para as que se dedicam a tarefas especialmente exigentes.

Sistema operativo

O sistema operativo é o software que permite a execução de aplicações. Funciona como um intermediário entre o hardware e o usuário. É instalado por defeito no computador e é outro dos aspectos mais importantes a ter em conta.

Os sistemas operativos mais comuns são Windows, MacOS e Linux. Neste sentido, cada um dos três grandes tem tanto vantagens como desvantagens, pelo que a escolha entre um ou outro dependerá em grande medida dos seus gostos pessoais.

Memória

Este é um dos principais aspectos a avaliar no momento da compra de um portátil. A memória RAM armazena temporariamente dados dos programas que utiliza e influencia no desempenho do seu computador, pelo que será do seu interesse investir num modelo com mais memória RAM.

Neste sentido, quanto mais RAM tiver, mais aplicações poderá gerir. Aqui, mais uma vez, precisa focar-se na forma como vai utilizar o seu computador. Se o vai utilizar apenas para trabalhos de escritório, 4 GB serão suficientes. Porém, se quiser executar funções mais complexas como jogos ou desenvolvimento de software, vai querer investir num modelo com pelo menos 8 GB.

Unidades internas

Também conhecidas como “disco rígido”, este é um elemento dos computadores portáteis que determina quanta informação podemos armazenar na sua memória, bem como a rapidez com que podemos aceder a ela.

Hoje em dia, existem basicamente três tipos de unidades internas: HDD, SSD, e modelos híbridos. Os primeiros oferecem mais capacidade de armazenamento, enquanto os segundos dão prioridade à velocidade de carregamento sobre outros fatores.

Ecrã

Este é outro aspecto determinante ao escolher um modelo, e muitas vezes não é dada a importância necessária. As dimensões do aparelho dependem do ecrã escolhido. O ecrã é medido em polegadas, sendo 15,4″ o mais estandardizado.

A próxima coisa a ter em conta é a resolução. A tecnologia avançou muito e, por sorte, hoje em dia praticamente todos são Full HD.

Neste caso, também deve ter em conta o uso pretendido. Se for um gamer ou fã de cinema, precisará de um computador portátil adequado a estes hobbies. É possível encontrar modelos de 4K, embora isto exija mais trabalho para o seu computador e, portanto, maior consumo de energia.

Gráficos

Já ouviu falar da G.P.U.? É um acrónimo que corresponde a Graphics Processing Unit. Trata-se de uma unidade que realiza cálculos complexos, assim como trata de tudo relacionado com gráficos, efeitos e vídeo.

As características da G.P.U. dependem do modelo da sua placa gráfica. A este respeito, existem muitas opções no mercado, pelo que recomendamos que procure orientação neste sentido.

Portas

As portas periféricas de um portátil ajudam a ampliar a sua funcionalidade e experiência do usuário. Hoje em dia, praticamente todos os computadores vêm com portas incorporadas.

As mais conhecidas são as USB tipo C, através das quais pode ligar o seu mouse, pen drives, discos rígidos externos… Outras portas populares são o HDMI e o DisplayPort. Neste sentido, terá interesse em escolher um modelo que suporte tantos periféricos quantos forem necessários utilizar.

Tipo de bateria e carregador

A bateria é um fator essencial num portátil. Quem não sentiu desespero quando está perto de ficar sem bateria? Neste sentido, precisa de uma boa bateria para que o seu computador funcione corretamente.

Entretanto, com o uso, a duração da bateria tenderá a diminuir e precisará ligá-la durante um período de tempo mais longo. É aqui que entra em jogo o carregador, que irá fornecer energia à bateria.

Nem todos os carregadores são iguais. Portanto, se alguma vez precisar trocar, terá que ver os volts e amperes, informação obtida na etiqueta.

Quanta energia consome um computador portátil

O consumo de energia é uma questão que vai depender das características do equipamento e da sua potência. Por isso, não há uma resposta uniforme para a questão de quanta energia consome um portátil.

Porém, é possível medir isto usando software ou calculadoras online. O quadro seguinte centra-se no consumo médio em diferentes momentos de uso:

Horas de utilizaçãoConsumo kW/h
Consumo do computador portátil inferior a 4 horas0.30
Consumo do computador portátil entre 4 e 8 horas0.40 – 0.79
Consumo do computador portátil de 8 a 12 horas0.88 – 1.19
Consumo do computador portátil durante todo o dia2.38

Como poupar no consumo do portátil

Considerando o consumo de um portátil, é possível perguntar-se o que se pode fazer para poupar energia. Bem, existem várias ações que o ajudarão a alcançar este objetivo.

A escolha certa, a escolha inteligente

Quer poupar nas suas contas de electricidade e gás? Escolher bem agora tem um nome: Eligenio

Não se esqueça de tomar nota, e pô-las em prática. Em muitos casos, são mais simples do que imagina.

  • Desligar o seu computador se não o utilizar. É provável que isto pareça óbvio, mas manter o computador ligado enquanto se faz outras coisas não faz sentido. Neste sentido, o modo de repouso também consome eletricidade.
  • Desligar o carregador se a bateria estiver completamente carregada. Cada bateria tem um tempo de carga estabelecido. Quando a bateria tiver atingido 100%, não é necessário que a fonte de alimentação se mantenha ligada. De fato, mantê-lo sempre carregado pode danificar a bateria.
  • Escolher uma tarifa de eletricidade adequada. Um dos maiores segredos na hora de poupar dinheiro no seu portátil é assinar uma tarifa de energia económica que se adapte às suas necessidades.
  • Utilizar o modo “poupança de energia”. Para isso, só tem de ir às configurações do seu computador e ativá-lo. É um detalhe que lhe permitirá otimizar os recursos do seu portátil e aumentar a autonomia da bateria.
  • Desligar os periféricos. Esta pode ser outra boa opção de poupança. Ligar muitos dispositivos às portas USB implica demanda de energia, e se não os utilizamos neste momento, é bom desligá-los
  • Ligar o protetor de ecrã. Pode defini-lo segundo as suas preferências. Após alguns minutos sem usar o seu computador, o ecrã é desligado, o que permite poupar energia e aumentar a autonomia.
  • Ajustar a luminosidade do ecrã. Não é necessário que o computador funcione com a máxima luminosidade. Se conseguir reduzi-la a uma percentagem que não exija muito esforço visual, isso irá ajudá-lo a poupar
  • Evitar o sobreaquecimento. Este é outro aspecto que deverá ter em conta na medida do possível. As pequenas ações, como afastá-lo da janela quando exposto ao sol, ou utilizar um suporte que o separe da mesa onde se encontra, darão melhores resultados.

Em qualquer caso, a escolha de um portátil eficiente será um excelente ponto de partida para poupar na sua conta de eletricidade. Esperamos que este guia tenha esclarecido as suas dúvidas e o tenha ajudado a tomar uma boa decisão.