O que é uma bateria e como é que funciona?

As baterias ou acumuladores elétricos são dispositivos cuja função é converter a energia química armazenada em corrente elétrica direta, o que permite que sejam utilizados para alimentar todos os tipos de circuitos elétricos, sempre dependendo da sua potência e tamanho.

Este dispositivo consiste em duas ou mais células eletroquímicas e, em cada uma destas células, existe um eletrodo negativo (ânodo), um eletrodo positivo (cátodo) e os eletrólitos, que permitem que exista um fluxo elétrico para o exterior da bateria, alimentando o circuito elétrico.

Qual é a origem da bateria?

A origem da bateria elétrica remonta ao século XIX. Este dispositivo foi criado em 1800 pelo químico e físico italiano Alessandro Volta.

Após Volta, muitos outros físicos construíram a sua própria versão desta pilha original, até 1887, quando a primeira pilha foi fabricada e comercializada industrialmente, baseada num modelo do cientista e inventor alemão Carl Gassner.

Tipos de baterias

Hoje em dia existem muitos tipos de baterias, cujas funções e elementos de fabrico são muito diferentes. A continuação explicaremos os tipos mais comuns de baterias elétricas.

Baterias ou pilhas alcalinas

As baterias ou pilhas alcalinas têm uma vida útil média e uma composição descartável. O seu uso está associado a componentes eletrónicos da vida quotidiana, como rádios, lanternas, câmaras, etc. Estas baterias têm diferentes modelos que são classificados por tamanho, desde os mais comuns como AA, AAA, C, D até aos mais específicos como J, N, A23 ou AAAA.

Baterias de chumbo-ácido

Estas baterias de chumbo-ácido são frequentemente utilizadas como baterias de arranque em motores de veículos e motociclos. Consistem em seis células conetadas em série com uma tensão de 12v. Os dois modelos mais comuns são baterias VLA (os eletrodos são imersos em eletrólito líquido) e baterias VRLA (o eletrólito é imobilizado num separador absorvente).

Baterias de níquel

Este tipo de bateria de níquel é um produto que nasce da necessidade de substituir as baterias de chumbo-ácido. Estas baterias estão divididas em três tipos:

  • O NiCd (Níquel – Cádmio) é o modelo mais comum devido à sua utilização em computadores portáteis e telemóveis.
  • Ni-Fe (Níquel – Ferro) que é reservado para utilização em câmaras, brinquedos ou rádios.
  • NiMh (Hidreto metálico de níquel) modelo utilizado em dispositivos eletrónicos portáteis e veículos híbridos ou de propulsão elétrica.

Baterias de iões de lítio

As baterias de iões de lítio são conhecidas pela sua alta densidade de energia, baixo efeito de memória e bom desempenho. São usadas em pequenos aparelhos eletrónicos como tablets, computadores portáteis ou telemóveis. A sua única insuficiência é que contêm elementos altamente inflamáveis, pelo que têm de incorporar elementos de segurança, o que as torna mais caras.

Baterias de polímero de lítio

Estas baterias possuem uma taxa de descarga e densidade de energia ótimas. Como as baterias de iões de lítio, também podem sobreaquecer devido à sua composição, pelo que é importante manter estas baterias longe de substâncias inflamáveis.