O que é a biodiversidade?

A biodiversidade compreende todas as populações de organismos e espécies diversas, ecossistemas terrestres e marinhos e os complexos ecológicos que estes habitam.

Neste sentido, a biodiversidade engloba todas e cada uma das espécies que existem e habitam o nosso planeta, desde animais, plantas, bactérias e vírus, até espaços ou ecossistemas específicos nos quais residem, e mesmo os genes que cada espécie partilha e que os tornam únicos. Ou seja, a biodiversidade é, portanto, a extensa pluralidade de formas em que a vida é organizada.

Tipos de biodiversidade

A biodiversidade pode ser dividida em três tipos ou escalas hierárquicas.

 

Diversidade genética

A biodiversidade genética refere-se principalmente às variações nos genes de diferentes grupos de seres vivos, ou seja, as alterações no material hereditário que são transmitidas de geração em geração entre indivíduos da mesma espécie.

Basicamente, a biodiversidade genética compreende a evolução das espécies e as suas adaptações ao respectivo habitat mediante a obtenção do seu código genético específico.

 

Diversidade de espécies

A biodiversidade das espécies refere-se à imensa multiplicidade de espécies e organismos que habitam a Terra, que são o resultado de vários processos evolutivos. A biodiversidade das espécies é, portanto, a classificação e agrupamento dos organismos que descendem de um antepassado comum e que por isso partilham as mesmas características biológicas.

 

Diversidade do ecossistema

A biodiversidade do ecossistema compreende as diferentes relações que existem entre os diferentes organismos que habitam um determinado ecossistema. Existem três tipos diferentes de biodiversidade de ecossistemas:

  • Diversidade alfa: abrange o conhecimento de grupos de organismos que coexistem dentro de um determinado ecossistema, classificando-os segundo o seu género taxonómico.
  • Diversidade beta: este tipo de biodiversidade torna possível conhecer o número de espécies que habitam ecossistemas que são bastante susceptíveis às mudanças ambientais.
  • Diversidade gama: esta é responsável pela recolha da riqueza total das espécies que estão agrupadas em vários ecossistemas.

 

Porque é que há perda de biodiversidade?

É um fato que a biodiversidade tem vindo a diminuir a um ritmo muito rápido nos últimos anos, devido à atividade humana massiva e descontrolada.

A perda de biodiversidade é um grande problema que tem sido causado por atividades prejudiciais como: 

  • O surgimento das alterações climáticas.
  • O aumento da poluição.
  • A destruição do habitat e a contaminação do solo devido à desflorestação, monoculturas intensivas e outras atividades como a urbanização massiva.
  • As espécies exóticas invasoras.
  • A sobre-exploração do ambiente natural através dos usos abusivos da caça e da pesca.