O que é o carvão e como é formado?

O carvão é uma rocha negra organogénica sedimentar que é constituída por elementos como o hidrogénio, enxofre, azoto e oxigénio. Esta rocha é normalmente utilizada como combustível fóssil para a produção de energia.

O carvão teve origem na era Paleozóica, especificamente no período Carbonífero, devido à morte de grandes florestas de samambaias e outros componentes orgânicos que ficaram enterrados no solo de zonas pantanosas, o que gerou o processo de carbonificação e deu origem ao carvão mineral natural.

Usos atuais do carvão

Os usos mais comuns do carvão hoje em dia são variados:

  • Como combustível fóssil: o carvão é, atualmente, utilizado como combustível para produzir energia elétrica em várias indústrias, tais como centrais hidroelétricas, que utilizam o carvão para operar as suas turbinas para gerar energia elétrica.
  • Como combustível para diferentes tipos de transporte: outro uso generalizado do carvão é como combustível para veículos como comboios, autocarros ou automóveis,pois o carvão é capaz de ser transformado num gás ou líquido sintético através de processos químicos.
  • Para usos domésticos: o carvão é um elemento com grandes propriedades caloríficas, que permite a sua utilização para obter, através da combustão, calor com o qual cozinhar ou obter um sistema de aquecimento.
  • Aplicações na indústria farmacêutica e química: o carvão é um composto muito comum em produtos químicos e farmacêuticos, especialmente em produtos de uso diário como sabões, aspirinas, nylon, corantes e muitos outros.
  • Fabricação de fertilizantes: muitos fertilizantes utilizados no setor agrícola têm uma base de amoníaco, que é misturado com carvão em decomposição sob a forma de monóxido de carbono e gás hidrogénio.

Outras alternativas ao carvão

Embora seja verdade que é possível obter uma grande quantidade de energia através da utilização de carvão, este é também um grande poluente porque a queima de carvão liberta quantidades significativas de CO2 e, portanto, contribui nas causas da alteração climática.

É, portanto, necessário ter em conta outras alternativas mais limpas e renováveis como o hidrogénio, que começa a ser utilizado com mais frequência porque não gera nenhuma emissão poluente.