Buscador
Poupe na luz e no gás!

> Blog > Aquecedores infravermelhos: como funcionam e consumo
Aquecedores infravermelhos: como funcionam e consumo

Aquecedores infravermelhos: como funcionam e consumo

O aquecedor infravermelho é uma das melhores alternativas para manter a sua casa a uma boa temperatura. Hoje explicamos como funciona.

O aquecedor infravermelho é um sistema de aquecimento seguro, uma vez que é capaz de regular a emissão de calor e evitar incêndios. Neste artigo, descobrimos os tipos de aquecedores infravermelhos que existem e como funcionam.

Que tipos de aquecedores infravermelhos existem?

Os aquecedores infravermelhos atualmente disponíveis no mercado diferem entre si em termos de ondas infravermelhas. Mais especificamente, os tipos de aquecedores infravermelhos diferem entre si a nível do comprimento de onda.

Aquecedor infravermelho de ondas curtas

O aquecedor infravermelho de ondas curtas caracteriza-se pelo facto de gerar muito calor sem aumentar a temperatura ambiente. Por norma, o aquecedor infravermelho é perfeito para aquecer divisões muito grandes ou com tetos muito altos, como as fábricas.

Este sistema funciona de tal forma que o corpo exposto à onda curta é o que aquece, sem que o ar circundante seja afetado pela emissão de calor. Em suma, a sensação é a mesma de passar da sombra para a luz do sol.

No entanto, embora o aquecedor não seja um sistema tóxico, há quem não recomende a exposição da pele às ondas curtas para que esta não envelheça prematuramente.

Uma vez que o aquecedor infravermelho de ondas curtas gera calor sem aumentar a temperatura ambiente, é um sistema frequentemente utilizado em estâncias de ski para manter o frio intenso no espaço sem que as pessoas experimentem a mesma sensação térmica.

Aquecedor infravermelho de onda longa

O aquecedor infravermelho de onda longa funciona de uma forma completamente diferente do aquecedor infravermelho de onda curta. Neste caso, a onda longa permite aquecer objetos sem emitir os raios sobre a pessoa exposta a eles.

Isto porque a onda longa do aquecedor infravermelho não emite luz, mas irradia a onda diretamente para o espaço, aquecendo gradualmente e sem consumir muita energia. Este aquecimento gradual é, sem dúvida, mais seguro do que o aquecimento de ondas curtas.

A particularidade deste tipo de aquecedor infravermelho é que demora mais tempo até que uma divisão atinja a temperatura desejada e, em muitos casos, os raios tendem a subir até ao teto. Por isso, o aquecimento de ondas longas nem sempre é eficaz.

Por norma, é utilizado nos casos em que é preciso aquecer espaços interiores para uso doméstico, como salas de estar e escritórios, bem como pátios e terraços cobertos.

Eligenio: Poupe escolhendo

Pague menos pelo seu consumo de energia, fazendo a escolha certa. Poupe tempo com o nosso comparador!
Precisa de ajuda?

Como funciona o aquecedor infravermelho?

O aquecedor infravermelho funciona com base na emissão de ondas infravermelhas. Estas ondas são emitidas a uma determinada frequência quando as placas de aquecimento estão ligadas à rede elétrica. O termóstato incluído no sistema de aquecimento é utilizado para regular o calor.

O aquecedor infravermelho tem um efeito retroativo. Enquanto o aquecedor infravermelho de onda curta penetra na pele das pessoas para as aquecer, o aquecedor infravermelho de onda longa irradia sobre os objetos para os aquecer e aumentar a temperatura do espaço.

Vantagens e desvantagens do aquecedor infravermelho

O aquecedor infravermelho tem uma série de vantagens e desvantagens que vale a pena conhecer.

Vantagens

Por exemplo, este tipo de aquecimento baseia-se em ondas que convertem a maior parte da energia em calor, de uma forma ecológica e sem libertar gases tóxicos para o planeta.

Além disso, o aquecedor infravermelho é mais económico do que os aquecedores convencionais, é silencioso e não remove a sujidade ao mover partículas de pó ou ácaros.

Desvantagens

Entre as desvantagens de comprar um aquecedor infravermelho está o facto de este demorar muito mais tempo a aumentar a temperatura de uma divisão do que os aquecedores convencionais.

Devemos também instalar o equipamento numa posição estratégica para que o calor seja eficiente. Por exemplo, nas casas de banho com azulejos, a onda infravermelha não emite tanto calor, pois este material não é capaz de absorver os raios e o espaço não aquece por igual.

Instalação de um sistema de aquecedor infravermelho

O aquecedor infravermelho de onda curta ou onda longa requer uma instalação muito específica:

No interior

No interior, a instalação de um sistema de aquecedor infravermelho é muito simples, porque basta ter acesso à rede elétrica e não requer gás natural ou tubagens. Basta instalar as placas do sistema nas paredes e nos tetos das divisões a aquecer.

Note-se que é sempre recomendável instalar as placas de aquecimento diretamente no teto para aproveitar melhor a emissão de calor das ondas. Estas placas, por sua vez, são ligadas à corrente elétrica quando queremos utilizar o aquecedor infravermelho.

No exterior

A instalação de um sistema de infravermelhos em espaços exteriores é idêntica à instalação de um aquecimento no interior. Deve, no entanto, levar em consideração a quantidade de placas a instalar no teto da divisão que pretende aquecer.

Na maioria dos espaços exteriores, é preciso instalar painéis nas paredes, mesmo que esta instalação possa gerar uma perda de rendimento de 30%. Dependendo do tamanho do espaço, a distância entre os painéis deve ser calculada de forma a distribuir bem o calor.

Qual é o consumo do aquecedor infravermelho?

Uma vez que o aquecedor infravermelho utiliza mais de 85% da energia para a transformar em calor, este é incrivelmente eficiente quando instalado no sítio certo. Se mantivermos este aquecedor ligado durante 8 horas, consumirá um total de 4 kWh por dia.

Revisão obrigatória da caldeira: prazos e custos
Revisão obrigatória da caldeira: prazos e custos
Casa
22/02/2024
Quer saber quanto tempo tem para fazer a revisão obrigatória da caldeira? Conhece os seus custos? Descubra aqui toda a informação.
Pilha de combustível vs bateria, qual é a melhor?
Pilha de combustível vs bateria, qual é a melhor?
Tipos de Energia
22/02/2024
As pilhas de combustível e as baterias são muito utilizadas no mundo da mobilidade elétrica. Descubra aqui as suas diferenças.
Como preparar a casa para o inverno
Como preparar a casa para o inverno
Guías sobre eletricidade e gás
22/02/2024
Quer saber como preparar a casa para o inverno por si mesmo? Neste artigo contamos-lhe os segredos para se manter quente este ano.
Como fazer edifícios sustentáveis
Como fazer edifícios sustentáveis
Eficiência energética
19/02/2024
saber como fazer edifícios sustentáveis é fundamental se vamos reduzir as emissões de CO2 até 40% globalmente.
Aerotérmica ou geotérmica, qual escolher?
Aerotérmica ou geotérmica, qual escolher?
Tipos de Energia
19/02/2024
Quando se trata de encontrar o sistema renovável mais conveniente de instalar na nossa casa, surgem muitas dúvidasQuando se trata de encontrar o sistema renovável mais conveniente de instalar na nossa casa, surgem muitas dúvidas e não sabemos se optamos pela aerotérmica ou a geotérmica. Embora sejam as duas tecnologias limpas, cada uma tem a sua própria função.
Como arrefecer a casa de forma natural
Como arrefecer a casa de forma natural
Eficiência energética
19/02/2024
Quer poupar no consumo do ar condicionado? Aqui proporcionamos-lhe os melhores conselhos para arrefecer a sua casa de forma natural.