Eficiência energética

A eficiência energética é um termo que está a ganhar cada vez mais importância nos sectores energéticos, saiba mais sobre este conceito.
>
>

A eficiência energética é um termo que está a ganhar cada vez mais importância nos setores energéticos, visto que tem um grande impacto económico e ambiental. Por isso é importante aprender mais sobre este conceito, o que é eficiência energética e que tipos de energia existem.

 

O que é a eficiência energética?

 

A eficiência energética é a capacidade de um aparelho elétrico, eletrodoméstico ou de uma casa de utilizar os recursos à sua disposição para realizar uma determinada tarefa. É geralmente expresso por um código de letras e cores que indicam a eficiência energética desse aparelho em comparação com outros aparelhos semelhantes. No caso das casas, a eficiência energética indica a sua capacidade global de usar o calor ou a luz solar, entre outros recursos.

 

Classes de eficiência energética

 

De modo a identificar a eficiência energética de um aparelho ou de uma casa, é necessário compreender a letra e o código de cores oficialmente estabelecidos. O código antigo, dividido em 7 classes, começa em A + + + e vai até D. Para evitar confusão, o novo código, também dividido em 7 classes, começa em A e vai até G. Estas são suas descrições:

  • Classe A: corresponde ao antigo A + + + e é mostrado em verde escuro. É a classe mais eficiente, que pode alcançar a maior poupança no consumo de energia. Os aparelhos são um pouco mais caros, mas a longo prazo acaba-se por poupar dinheiro.
  • Classe B: este é o antigo A + + +. É ainda uma classe ótima, mostrada em verde com menos intensidade. As poupanças alcançadas são um pouco inferiores à classe anterior, mas o preço também é reduzido.
  • Classe C: a antiga classe A+. Na cor verde-lima, oferece uma poupança bastante eficiente.
  • Classe D: Antigamente classe A. É de cor amarela, e é uma eficiência média, o que ainda permite poupanças na utilização do aparelho.
  • Classe E: a antiga classe B. De cor laranja-claro, começa a constituir um problema quando se trata de aproveitar a energia disponível.
  • Classe F: em cor laranja escura, corresponde à antiga classe C e é mais cara a longo prazo.
  • Classe G: esta é a pior de todas, com uma cor vermelha escura, identificada com a classe anterior D. A eficiência energética é mínima e representa um custo significativo em comparação com outros aparelhos.

 

Melhorar a eficiência energética é tarefa de tod@s

 

Ao adquirir diferentes aparelhos com um rótulo de eficiência energética ótima, pode poupar dinheiro enquanto ajuda o ambiente. A eficiência energética regulamentar, que sugere sempre a utilização de rótulos D, C, B ou A, permite-nos utilizar aparelhos e casas de uma forma muito mais sustentável, aproveitando ao máximo os recursos utilizados. Da mesma forma, a eficiência energética industrial é um aspeto que deve ser tido em conta. Além disso, deve sempre prestar atenção à eficiência energética assinalada nas etiquetas dos aparelhos e dos edifícios, tanto em sua casa como na sua empresa.