Buscador
Poupe na luz e no gás!

> Blog > O que é a arquitetura sustentável? Definição e exemplos
O que é a arquitetura sustentável? Definição e exemplos

O que é a arquitetura sustentável? Definição e exemplos

Já ouviu falar de arquitetura sustentável? Aqui pode descobrir o que é, que materiais são utilizados na sua construção e alguns exemplos.

O que é a arquitetura sustentável?

Denomina-se arquitetura sustentável (também conhecida como eco-arquitetura) o estilo arquitetônico que combina as técnicas da arquitetura tradicional com práticas que preservam e cuidam o meio ambiente. Na conceção dos edifícios, a arquitetura sustentável valoriza a eficiência dos materiais, bem como os diferentes processos de construção a realizar e o impacto que os edifícios têm no ambiente natural e social.

A arquitetura sustentável nasceu com o objetivo de reduzir significativamente o impacto ambiental causado pela construção. Para isso, reduzem o consumo de energia e as emissões durante o processo de construção, procurando a eficiência na utilização dos materiais e a integração do edifício no ecossistema circundante.

Quais os materiais que se utilizam?

Uma das chaves da arquitetura sustentável é a melhor utilização dos seus materiais, utilizando apenas materiais sustentáveis na construção para, com isso, reduzir as emissões de partículas poluentes para a atmosfera, uma vez que as construções são atualmente responsáveis por cerca de 40% das emissões de CO2 do planeta.

Alguns dos materiais mais utilizados nos edifícios criados de forma sustentável são:

  • Madeira: é um material que apresenta um impacto ambiental mínimo, tanto na sua produção, como no seu ciclo de vida, desde que seja certificada como sendo explorada de forma responsável. A madeira tem propriedades isolantes, permitindo poupar entre 50% e 60% por ano em aquecimento e ar condicionado. Além disso, a sua construção é geralmente mais rápida no que diz respeito a outros materiais.
  • Painéis OSB: é um material derivado de madeira. Estas placas são uma evolução da placa contraplacada formada por camadas de aparas orientas na mesma direção e contam com uma resistência mecânica, bem como propriedades de isolamento térmico e acústico.
  • Argila cozida: este material é obtido com uma temperatura inferior a 950 °C e com tratamentos naturais que permitem conservar as qualidades como a higroscopicidade, a boa inércia térmica e a baixa radioatividade. Pode ser utilizado para realizar recintos ou paredes, fachadas, abóbadas, azulejos ou treliças, pois é um material muito estável.
  • Fibra de celulose de papel reciclado: um excelente material isolante e amigo do ambiente. Produzido a partir de papel de jornal reciclado, este material é tratado com sais de bórax que lhe conferem propriedades ignífugas, inseticidas e antifúngicas. Tal como a madeira, a celulose também é capaz de manter as temperaturas máximas e mínimas diurnas no verão e de proteger do frio no inverno.
  • Polibutileno, polipropileno e polietileno: estes materiais termoplásticos são a alternativa perfeita ao PVC, uma vez que são muito mais amigos do ambiente devido à ausência de cloro na sua composição. Estes materiais termoplásticos são habitualmente utilizados em sistemas de aquecimento ou em condutas de água domésticas, bem como em isolamentos elétricos e na impermeabilização de telhados.

Escolha com o génio da poupança

O Eligenio é o comparador de que necessita para poupar na sua conta de eletricidade. Deixe-nos acender a sua lâmpada!
Precisa de ajuda?

Princípios da arquitetura sustentável

A arquitetura sustentável baseia-se em alguns princípios que lhe mostramos a seguir.

Em primeiro lugar, um dos princípios básicos é o estudo das condições climáticas, assim como a hidrografia e os ecossistemas específicos do meio em que os edifícios vão ser construídos. Desta forma, é possível utilizar melhor os recursos naturais, como a água, e integrá-los na conceção proposta para o edifício e ser ecologicamente responsável. 

Por outro lado, alcançar uma eficiência energética também é outro princípio sobre em que se baseia este tipo de eco-arquitetura. É por isso que a arquitetura sustentável faz uma utilização responsável dos materiais de construção, priorizando os materiais de baixo teor energético em detrimento dos materiais com elevado teor energético.

Também pretende reduzir o consumo de energia para aquecimento, refrigeração, iluminação e outros equipamentos do edifício, cobrindo o resto da procura com fontes de energia renováveis que não sejam prejudiciais para o ambiente.

Cumprir com a minimização do balanço energético global na construção, abrangendo as fases de desenho, construção, utilização e final de vida útil do edifício e, por sua vez, cumprir todos os requisitos de conforto higrotérmico, de saúde e de habitabilidade, é primordial para este tipo de arquitetura sustentável.

Como a arquitetura sustentável contribui para o ambiente?

A arquitetura sustentável é uma das tendências arquitetônicas mais influentes em todo o mundo ecológico que chegou para resolver os problemas de poluição da construção atual. Ao promover uma construção de habitações e edifícios amigos do ambiente, a arquitetura é uma forma de cuidar do planeta e traz vários benefícios.

Um desses benefícios da implementação de uma arquitetura sustentável é a contribuição da preservação dos recursos naturais e a redução de custos, promovendo-se assim poupanças financeiras e energéticas. Além disso, mediante técnicas e estratégias passivas que não afetam negativamente o ambiente, consegue-se uma utilização eficiente da energia.

Também faz mais e melhor uso de fontes de energia renováveis e, ao mesmo tempo, atende aos requisitos de saúde, iluminação e conforto básico para a garantia de quem vive em edifícios construídos de forma sustentável.

Exemplos de arquitetura sustentável

Aqui vamos mostrar-lhe alguns exemplos de arquitetura sustentável que talvez não conheça.

Catedral em cartão na Nova Zelândia

Esta catedral na cidade de Christchurch contém uma estrutura feita de doze tubos de cartão repelentes de água e resistentes ao fogo, revestidos com poliuretano e com um núcleo de contraplacado para resistir à chuva. O seu criador, o arquiteto japonês Shigeru Ban, construiu-a em 2011, depois do colapso da catedral neogótica da cidade. Os tubos estão muito espaçados, permitindo a passagem da luz solar e eliminando a necessidade de eletricidade.

Escola flutuante na Nigéria

Esta escola situa-se em Lagos e é um exemplo de arquitetura sustentável com uma abordagem inovadora ao planeamento arquitetónico em que as questões da comunidade e das alterações climáticas são centrais. A escola foi criada inteiramente a partir de materiais reutilizados e contém um projeto que abraça plenamente as qualidades do local, bem como a cultura e os costumes da população.

Biblioteca de Gando no Mali 

A Biblioteca Gando é outro exemplo perfeito de arquitetura sustentável. Localizada em Mali e desenhada por Francis Kéré, o edifício conta com um telhado realizado a partir de potes de barro produzidos pelos habitantes locais que cria pequenas aberturas que trazem luz natural ao edifício e permitem uma maior ventilação. No interior, as paredes da biblioteca são feitas de tijolos de terra comprimida feitos de argila local. 

Vivendas ecológicas Earthship

Por último, as construções ecológicas que recebem o nome de Earthship são vivendas desenhadas por Michael Reynolds com a intenção de aproveitar ao máximo os recursos naturais existentes na zona.

Revisão obrigatória da caldeira: prazos e custos
Revisão obrigatória da caldeira: prazos e custos
Casa
22/02/2024
Quer saber quanto tempo tem para fazer a revisão obrigatória da caldeira? Conhece os seus custos? Descubra aqui toda a informação.
Pilha de combustível vs bateria, qual é a melhor?
Pilha de combustível vs bateria, qual é a melhor?
Tipos de Energia
22/02/2024
As pilhas de combustível e as baterias são muito utilizadas no mundo da mobilidade elétrica. Descubra aqui as suas diferenças.
Como preparar a casa para o inverno
Como preparar a casa para o inverno
Guías sobre eletricidade e gás
22/02/2024
Quer saber como preparar a casa para o inverno por si mesmo? Neste artigo contamos-lhe os segredos para se manter quente este ano.
Como fazer edifícios sustentáveis
Como fazer edifícios sustentáveis
Eficiência energética
19/02/2024
saber como fazer edifícios sustentáveis é fundamental se vamos reduzir as emissões de CO2 até 40% globalmente.
Aerotérmica ou geotérmica, qual escolher?
Aerotérmica ou geotérmica, qual escolher?
Tipos de Energia
19/02/2024
Quando se trata de encontrar o sistema renovável mais conveniente de instalar na nossa casa, surgem muitas dúvidasQuando se trata de encontrar o sistema renovável mais conveniente de instalar na nossa casa, surgem muitas dúvidas e não sabemos se optamos pela aerotérmica ou a geotérmica. Embora sejam as duas tecnologias limpas, cada uma tem a sua própria função.
Como arrefecer a casa de forma natural
Como arrefecer a casa de forma natural
Eficiência energética
19/02/2024
Quer poupar no consumo do ar condicionado? Aqui proporcionamos-lhe os melhores conselhos para arrefecer a sua casa de forma natural.