Equivalência entre Leds e Watt para melhorar o consumo de eletricidade

Poupar dinheiro na sua conta de eletricidade é hoje em dia uma prioridade. Uma das medidas que temos de tomar é mudar as lâmpadas da casa, para tal, é uma boa ideia conhecer a equivalência entre o LED—Díodo emissor de luz— e o Watt.
>
>

Poupar dinheiro na sua conta de eletricidade é hoje em dia uma prioridade. Uma das medidas que temos de tomar é mudar as lâmpadas da casa, para tal, é uma boa ideia conhecer a equivalência entre o LED—Díodo emissor de luz— e o Watt.

Tabela de equivalência de Leds e Watts (W)

A melhor maneira de compreender como as lâmpadas LED se comparam às lâmpadas incandescentes normais é utilizar uma tabela simples de equivalência de LED e Watt (W). O que é comparado nesta tabela é a quantidade de brilho que uma lâmpada oferece, expressa em lúmenes—quanto maior for a quantidade de lúmenes, maior será a emissão de luz—, a medição do Sistema Internacional de Unidades para quantidade luminosa, e o custo de cada tipo de lâmpada para alcançar o mesmo resultado.

Os valores são sempre aproximados, pois há muitos fatores que influenciam os números finais, tais como a marca ou modelo específico de lâmpada utilizada.

LumenLâmpada LEDLâmpada incandescente
80 a 901 W10 W
240 a 2703 W20 W
400 a 4505 W35 W
560 a 6307 W50 W
800 a 90010 W80 W
960 a 108012 W100 W
1200 a 135015 W120 W
1600 a 180020 W150 W
4800 a 540060 W400 W
6400 a 720080 W450 W

Como a equivalência entre o LED e o Watt ajuda a melhorar a poupança de energia?

A utilização eficiente da energia que consumimos no nosso dia a dia é essencial para manter as nossas despesas financeiras sob controlo e poupar na nossa conta de eletricidade, contribuindo, em simultâneo, para a proteção ambiental com pequenos gestos, dado que as lâmpadas LED têm a vantagem de não conter elementos poluentes na sua fabricação, tais como mercúrio ou outros materiais tóxicos.

Para isto ser possível, a melhor coisa a fazer é dar o passo e mudar as lâmpadas na sua casa para lâmpadas LED ou lâmpadas economizadoras de energia.

Embora seja verdade que ambos os tipos de lâmpadas economizam energia devido ao seu baixo consumo energético, ainda existem algumas diferenças entre elas, tais como a quantidade de lúmenes e watts oferecidos por cada tipo.

Na tabela de equivalência entre LED e incandescente, a luz LED ganha porque para o mesmo número de lúmenes consome muito menos watts. No caso das lâmpadas de halogéneo e de poupança de energia, a potência utilizada é inferior à das lâmpadas incandescentes, mas ainda assim superior à das lâmpadas LED.

Procurar a equivalência entre LED e watt como a que pode encontrar acima é uma ferramenta muito útil para poupar luz na sua casa, pois permitir-lhe-á trocar facilmente as lâmpadas que tem por outras muito mais eficientes. Basta procurar a quantidade de lúmenes que as suas lâmpadas atuais têm, ou a quantidade de brilho de que necessita numa determinada divisão, e comprar as lâmpadas LED certas para poupar na sua conta de eletricidade.

Que lâmpada LED é equivalente em potência luminosa a uma lâmpada normal?

Pode ter-se perguntado qual seria a equivalência entre as lâmpadas LED e as convencionais. Na maioria dos lares, se as lâmpadas não tiverem sido mudadas durante algum tempo, geralmente encontram-se lâmpadas entre 20 e 80 W, sendo 60 W as mais comuns até há relativamente pouco tempo.

Isto significa que se quiser igualar o nível de produção de luz de uma lâmpada convencional, deve comprar luzes LED entre 3 e 10 W, poupando assim muito dinheiro por ano.

No entanto, pode já ter mudado para lâmpadas convencionais de halogéneo ou de poupança de energia na sua casa, muito mais eficientes do que as lâmpadas incandescentes. Neste caso, a equivalência de LED e potência normal difere, dado que o consumo de uma lâmpada economizadora de energia é menor. No entanto, é ainda mais rentável comprar luzes LED, dado que ainda lhe permitem poupar alguns cêntimos por cada hora de utilização de luz em sua casa, o que pode acumular-se no final do ano em economias de energia consideráveis que lhe permitirão fazer um consumo mais sustentável, enquanto reduz as suas despesas económicas ao mínimo essencial.

Em resumo, as lâmpadas LED:

  • Não esquentam
  • Oferecem rapidez para ligar/desligar
  • Economizam até 80% de energia
  • Economia de custos
  • Exigem menos manutenção
  • Emitem menos radiação e são 100% recicláveis
  • Zero emissões de UV
  • Duram 3 vezes mais do que as fluorescentes
  • Baixa tensão necessária
  • Oferecem maior segurança e proteção ao meio ambiente
  • Contam com três “temperaturas de cor”: fria, neutra e quente
  • Grande diversidade de modelos
  • Facilidade de instalação

Há uma miríade de diferentes lâmpadas LED para poder escolher. Para encontrar o tipo ideal de luz LED, é necessário considerar o espaço em que será instalada e o tipo de iluminação que pretende alcançar. Como vimos, a tecnologia pode ser um aliado para tornar a vida mais confortável, bem como amiga do ambiente. O investimento inicial em lâmpadas LED pode parecer elevado; contudo, é importante ter em mente que isto não só abre a possibilidade de automatizar a iluminação doméstica, mas também de poupar nas contas de eletricidade e de ter um impacto positivo no planeta.