Buscador
Poupe na luz e no gás!

> Blog > Elementos de um kit solar de autoconsumo para uma habitação isolada
Elementos de um kit solar de autoconsumo para uma habitação isolada

Elementos de um kit solar de autoconsumo para uma habitação isolada

A energia solar é uma opção sustentável com muito potencial. Descubra os componentes de um kit solar de autoconsumo para uma moradia unifamiliar.

O que é um kit solar para habitação isolada?

Um kit solar de autoconsumo para uma habitação isolada é um sistema que permite fornecer luz a locais onde não é possível aceder à rede elétrica. É composto por um determinado número de painéis solares, um regulador de carga, uma bateria e um inversor que converte a corrente contínua em corrente alternada.

Ilumine as suas contas!

Não sabe quanto paga pelo seu consumo de energia? Eligenio ajuda-o a comparar as diferentes tarifas para poder escolher
Precisa de ajuda?

Tipos de kits isolados

Existe uma grande variedade de kits no mercado. E embora a estrutura de todos seja a mesma, é possível diferenciá-los tanto pelo tipo de bateria como pela sua capacidade. 

Por um lado, consoante a tensão da bateria, encontramos:

  • 12V: são particularmente adequados para casas com consumo baixo ou moderado e onde as necessidades energéticas são pouco exigentes. Um kit solar com estas características é ideal para o uso ocasional. 
  • 24V: são comuns em instalações de média e grande dimensão. De facto, a principal diferença entre os kits solares de 24V e 12V é o número de células, um detalhe que significa desfrutar do dobro da tensão. 

Podemos encontrar este tipo de kit tanto em casas permanentes – ligadas ou não à rede – como em caravanas. 

  • 48V: concebidos para casas de maior consumo, a utilização destes kits solares é a mais adequada para horas de pouca luz e dias com pouca radiação solar. 

Um kit solar de autoconsumo para uma habitação isolada também pode ser diferenciado em função do tipo de bateria:

  • GEL/AGM: a bateria de gel caracteriza-se pela sua tolerância de 500 a 1.000 ciclos, ou seja, tem uma vida útil de quatro a oito anos. Embora possa ser utilizada em qualquer tipo de instalação e não necessite de manutenção, não resiste bem ao calor e a grandes descargas. 

As baterias AGM – a categoria mais elevada de bateria GEL – têm uma via útil mais longa, de 8 a 10 anos, com um desempenho máximo. Tal como as AGM, são adequadas para qualquer instalação e não necessitam de manutenção. 

  • Chumbo-ácido: também conhecidas como “chumbo aberto”, são as mais económicas. Além disso, permitem 1.500 ciclos de vida. Por outro lado, requerem mais manutenção.
  • Lítio: este tipo de bateria não só tem um ciclo de vida mais longo do que o chumbo-ácido – até três vezes mais longo – mas também uma vida mais longa e uma maior profundidade de descarga. Além disso, não precisa de manutenção. 

Componentes de um kit solar para habitações fora da rede

Um kit solar de autoconsumo fora da rede é composto por um número específico de painéis solares, um regulador de carga, uma bateria e um inversor. 

Painéis solares

Também conhecido como módulo fotovoltaico ou painel solar, um painel é o sistema responsável pela transformação da radiação solar em energia elétrica. Embora existam diferentes tipos de painéis solares em função do número de células ou de volts, são necessários painéis de 12V, 24V ou 30V para a construção de um kit solar de autoconsumo para uma habitação isolada. 

A escolha dos painéis solares dependerá não só do consumo, mas também do resto da instalação, uma vez que deve haver compatibilidade entre o painel solar, o regulador, a capacidade da bateria e, claro, as necessidades da casa. 

Regulador de carga solar

O regulador ou controlador de carga solar gere a energia elétrica produzida pelos painéis solares e introduzida na bateria. Este elemento é, de facto, indispensável em qualquer instalação de uma casa isolada. 

Podemos distinguir dois tipos de reguladores de carga solar de acordo com o seu funcionamento e o tipo de instalação onde são utilizados:

  • PWM: adequados para casas com consumos esporádicos ou baixos, quer se trate de painéis solares de 12V ou 24V. 
  • MPPT: são utilizados tanto em casas com painéis solares de 30V como em instalações onde é necessário otimizar a produção e onde há pouco espaço.

Bateria solar

O acumulador ou a bateria solar armazena a energia elétrica e liberta-a quando há consumo. As baterias são classificadas em monobloco e estacionárias, bem como em abertas e seladas. 

A escolha da bateria correta é uma das tarefas mais importantes na instalação do kit solar para habitação isolada, porque uma vez escolhida, o resto do sistema dependerá dela até ao fim da sua vida útil. 

Inversor de bateria

Finalmente, o inversor transforma a corrente contínua em corrente alternada. Por vezes, pode até incluir um carregador, útil quando a bateria está fraca ou não há radiação solar. 

Como calcular um sistema fotovoltaico autónomo

Uma vez tomada a decisão de instalar um kit solar de autoconsumo numa habitação isolada, o primeiro passo é conhecer o consumo que o sistema irá cobrir.

Potência unitária de cada carga

Para começar, faça uma lista da potência unitária de cada um dos aparelhos domésticos e dos equipamentos elétricos. Esta informação será indicada na etiqueta em watts (W).

Horas de utilização previstas

Ao lado da potência unitária, anote o número de horas por dia que utiliza habitualmente cada aparelho elétrico. Os dados que obterá correspondem à energia consumida por cada aparelho (Whd).

Localização

Finalmente, é necessário conhecer o local onde será instalado o kit solar de autoconsumo para habitações isoladas, uma vez que as condições climatéricas ao longo do ano variam consoante a zona geográfica. Esta informação permitir-nos-á utilizar a instalação fotovoltaica de forma mais eficiente.

Onde podem ser instalados os kits de conexões isolados?

Não há dúvida de que os kits solares de autoconsumo para habitações isoladas são uma alternativa à rede elétrica. Por esta razão, podem ser instalados tanto em casas de campo como em habitações de uso ocasional, sistemas eólicos ou híbridos e, claro, caravanas ou barcos. Esta instalação não tem desvantagens legais, uma vez que é efetuada sem ligação à rede elétrica.

Revisão obrigatória da caldeira: prazos e custos
Revisão obrigatória da caldeira: prazos e custos
Casa
22/02/2024
Quer saber quanto tempo tem para fazer a revisão obrigatória da caldeira? Conhece os seus custos? Descubra aqui toda a informação.
Pilha de combustível vs bateria, qual é a melhor?
Pilha de combustível vs bateria, qual é a melhor?
Tipos de Energia
22/02/2024
As pilhas de combustível e as baterias são muito utilizadas no mundo da mobilidade elétrica. Descubra aqui as suas diferenças.
Como preparar a casa para o inverno
Como preparar a casa para o inverno
Guías sobre eletricidade e gás
22/02/2024
Quer saber como preparar a casa para o inverno por si mesmo? Neste artigo contamos-lhe os segredos para se manter quente este ano.
Como fazer edifícios sustentáveis
Como fazer edifícios sustentáveis
Eficiência energética
19/02/2024
saber como fazer edifícios sustentáveis é fundamental se vamos reduzir as emissões de CO2 até 40% globalmente.
Aerotérmica ou geotérmica, qual escolher?
Aerotérmica ou geotérmica, qual escolher?
Tipos de Energia
19/02/2024
Quando se trata de encontrar o sistema renovável mais conveniente de instalar na nossa casa, surgem muitas dúvidasQuando se trata de encontrar o sistema renovável mais conveniente de instalar na nossa casa, surgem muitas dúvidas e não sabemos se optamos pela aerotérmica ou a geotérmica. Embora sejam as duas tecnologias limpas, cada uma tem a sua própria função.
Como arrefecer a casa de forma natural
Como arrefecer a casa de forma natural
Eficiência energética
19/02/2024
Quer poupar no consumo do ar condicionado? Aqui proporcionamos-lhe os melhores conselhos para arrefecer a sua casa de forma natural.