O que é e como funciona um recuperador de calor?

A unidade de recuperação de calor ou recuperador de calor é um dos sistemas de ventilação que pode ser instalado numa casa a fim de climatizar uma divisão.
Home > Blog > O que é e como funciona um recuperador de calor?

Existem diferentes tipos, e a maioria das pessoas conhece apenas alguns deles, além de não saberem exactamente como funcionam e que princípios seguem para arrefecer ou aquecer uma casa conforme a temperatura exterior.

No entanto, esta informação é muito útil para poder escolher o melhor modelo de refrigeração e aquecimento que lhe permita poupar dinheiro e consumir energia de forma mais eficiente. Aqui encontrará toda a informação necessária para saber como funciona um recuperador de calor e que tipos existem.

O que é um recuperador de calor?

Um recuperador de calor para casas unifamiliares é utilizado para fazer melhor uso da temperatura na sala, que de outra forma seria desperdiçada. Desta forma, uma habitação, sala de estar ou sala pode ser aquecida utilizando a temperatura restante da própria habitação.

Esta energia é principalmente renovável, porque não gera de facto novo calor, mas simplesmente torna uma casa muito mais eficiente ao utilizar o calor já contido na sala, evitando a sua perda e mantendo uma temperatura estável durante um período mais longo.

Escolha com o génio da poupança

O Eligenio é o comparador de que necessita para poupar na sua conta de eletricidade. Deixe-nos acender a sua lâmpada!

Como funciona?

Existem diferentes tipos de recuperadores de calor, tais como as unidades de recuperação de calor por água para lareiras, ou as mais clássicas, que utilizam o ar diretamente. No entanto, dependendo do seu funcionamento, existem três tipos principais de unidades de recuperadores de calor:

  • Recuperadores de fluxo paralelo: estes são os mais eficientes. Nestes recuperadores—também conhecidos como trocadores de calor— existe uma superfície interna onde a conduta que leva o ar de dentro para fora e a conduta que leva o ar de fora para dentro entram em contato, conseguindo assim uma maior troca de calor.
  • Recuperadores de fluxos cruzados: o cruzamento entre fluxos de ar é perpendicular, pelo que há menos contato entre superfícies, reduzindo a eficiência.
  • Recuperadores rotativos: neste caso, um rotor gira para colocar as duas massas de ar em contato, alcançando uma eficiência média-alta. 

Em todos estes casos, o princípio seguido é o da termodinâmica. O ar na casa está a uma temperatura diferente da exterior, e pouco a pouco ambas as temperaturas são igualadas, perdendo ou ganhando calor. Um recuperador impede esta troca, mantendo assim a temperatura interior estável durante um período mais longo.

Tipos de recuperadores de calor

Para além dos tipos de unidades de recuperação de calor acima mencionados, classificadas segundo a sua função, existe de facto outra forma de as classificar, conforme o uso que lhes é dado. A maioria das unidades de recuperação de calor que se podem encontrar no mercado inserem-se numa destas quatro categorias.

Recuperadores de calor térmicos

Estes tipos de unidades de recuperação de calor são mais frequentemente utilizados em hospitais e ambientes onde é necessário manter uma temperatura estável, dado que se concentram principalmente na manutenção do calor. Nos lares, podem ser encontrados sob a forma de unidades de recuperação de calor para lareiras ou unidades de recuperação de calor para fogões a lenha, que por vezes também pode ser incluídas no grupo seguinte.

Recuperadores de calor entálpicos

Os denominados recuperadores de calor entálpicos são utilizados tanto para o calor como para a humidade. São geralmente utilizados em lojas e casas, onde é necessário manter um bom nível de temperatura e humidade ambiente, evitando assim o sobreaquecimento ou o aparecimento de problemas como o mofo.

Recuperadores de calor centralizados

Por outro lado, temos unidades centralizadas de recuperação de calor, instaladas no sistema de ventilação central, como o seu nome sugere, a fim de melhorar a troca de temperatura. São instalados nas condutas de ventilação, pelo que é necessário ter previamente um local adequado para os colocar nas instalações ou no edifício.

Recuperadores de calor compactos

Finalmente, existem unidades compactas de recuperação de calor, que não requerem uma instalação dispendiosa ou volumosa. Estes recuperadores são independentes e podem ser colocados em qualquer lugar, reduzindo assim o custo de instalação. Não há condutas de ventilação envolvidas, e o seu tamanho é bastante pequeno, por isso são muito convenientes para casas pequenas.

Quando é necessária a instalação de um recuperador de calor?

A instalação de um recuperador de calor é necessária em hospitais e locais onde deve ser mantida uma temperatura geral.

Contudo, uma unidade de recuperação de calor também pode ser instalada em locais e habitações quando a eficiência energética é muito baixa e muito calor é perdido, afetando assim tanto o conforto como o dinheiro gasto em aquecimento e climatização.

Além disso, a utilização de um recuperador de calor também pode ser muito útil em locais onde o controlo regular da humidade é necessário por razões sanitárias e higiénicas, para que não só se possa poupar dinheiro, como também se possa prevenir grandes problemas.

Porquê os recuperadores poupam energia?

A ventilação com recuperação de calor e energia aerotérmica pode poupar uma abundante quantidade de energia, o que se traduz imediatamente numa poupança considerável.Isto porque os princípios tanto da recuperação de calor como da energia aerotérmica se baseiam na termodinâmica. Isto significa que, em vez de forçar a manutenção de uma temperatura específica através da utilização de grandes quantidades de energia, é utilizada a temperatura presente no próprio ambiente, bem como o contraste da temperatura com o exterior, para estabilizar um nível de calor sem desperdiçar energia. Desta forma, é feita uma utilização muito melhor do calor já presente numa casa, evitando gastar mais dinheiro em aquecimento e climatização.