Mobilidade elétrica

Se quiser saber o que é a mobilidade eléctrica e em que se baseia, aqui encontrará toda a informação de que necessita para compreender plenamente este conceito.
>
>

O que é a mobilidade elétrica?

É provável que tenha lido muitas notícias sobre mobilidade elétrica nos últimos meses, mas sabe realmente a que se referem os meios de comunicação quando falam deste fenómeno ou em que consiste?

A mobilidade elétrica é, resumindo, um modelo de locomoção cuja missão é alcançar a mobilidade sustentável num futuro próximo. Devido ao aumento das emissões de CO2 produzidas pelos combustíveis que os automóveis convencionais utilizam, este novo projeto surge, que promove a introdução destes modelos de veículos elétricos, a fim de garantir uma redução da poluição atmosférica e uma melhoria da qualidade do ar nas cidades.

O fato de poder prescindir dos motores de combustão e começar a utilizar veículos elétricos é uma forma fundamental de superar os efeitos ambientais nocivos, tais como as emissões de gases com efeito de estufa, e é também um passo muito importante na procura da descarbonização.

Sem dúvida, promover a eletrificação da mobilidade é, não só um bom começo para contribuir para o bem-estar do ambiente e dos cidadãos, mas também uma forma muito mais eficiente e económica de mobilidade.

Quais são as tendências em matéria de mobilidade elétrica urbana?

Dentro do âmbito da mobilidade elétrica urbana, existem diferentes tendências.

Eletrificação

A mobilidade, em geral, é atualmente um dos principais poluentes, já que os carros de combustão são os principais emissores de gases com efeito de estufa para o ambiente.

Para resolver este problema, tanto em Portugal como a nível europeu, foram estabelecidos horizontes para 2030 e 2050 em que o objetivo é aumentar o número de veículos elétricos em funcionamento, reduzindo desta forma a utilização de motores de combustão.

A previsão é que os números da eletromobilidade em Portugal aumentem todos os anos, visto que se espera que o preço dos veículos elétricos continue a baixar, além de conseguir incentivos económicos para a compra destes automóveis, para que cada vez mais pessoas possam conduzir de forma sustentável.

Entrega na última milha

Com o aumento das compras online, o transporte de bens e objetos também gerou uma grande pegada de carbono que precisa de ser reduzida.

Neste sentido, a maior parte dos esforços concentram-se nas chamadas entregas na última milha, ou seja, as que têm lugar durante a última parte do trajeto. A implementação do transporte elétrico, assim como a otimização das rotas, são as duas principais estratégias para reduzir a poluição e a contaminação durante a entrega das mercadorias.

O uso da inteligência artificial

Os automóveis elétricos são verdadeiras obras de engenharia, e são acompanhados por consideráveis melhorias tecnológicas.

Cálculo de rotas, melhoria da eficiência da viagem e outras melhorias tanto na eficiência como na segurança são apenas algumas das implementações que a inteligência artificial será capaz de trazer ao mundo da condução e da mobilidade elétrica sustentável.

Tecnologia Vehicle-to-infrastructure

Na mesma linha, toda a tecnologia V2I, ou seja, infraestrutura para veículos, é uma forma muito eficiente de melhorar a sustentabilidade durante a viagem.

Nesse caso, falamos de sistemas inteligentes capazes de reduzir o tempo nas portagens e nos congestionamentos de trânsito, de recolher dados do veículo e do condutor para serem utilizados no cálculo das apólices ou mesmo interagir com o ambiente, detetando o estado dos semáforos ou contabilizando a quantidade de quilómetros do veículo e os tempos de repouso através de um tacógrafo digital.

Como é que a mobilidade elétrica sustentável ajuda o ambiente?

Todas as medidas tomadas ou a tomar no âmbito da mobilidade elétrica destinam-se a melhorar a segurança, o bem-estar, o conforto e a sustentabilidade das viagens de automóvel.

A nova tecnologia promovida por diferentes projetos, tais como o hub de eletromobilidade, traz consigo uma série de vantagens, uma das quais é a proteção do ambiente através da condução sustentável. Os seus principais benefícios são os seguintes:

  • Redução da pegada de carbono e da e da libertação de gases com efeito de estufa, reduzindo-as a zero.
  • Graças a esta redução, o aquecimento global é retardado.
  • Redução da poluição sonora, tanto pela falta de ruído nos motores dos veículos elétricos quanto pela redução de engarrafamentos desnecessários graças ao aumento da eficiência através da utilização de inteligência artificial.
  • Menor poluição durante o processo de fabricação dos veículos.
  • Menor poluição durante o processo de fabricação dos veículos.
  • Por último, uma redução considerável da poluição causada pelo uso de automóveis convencionais, já que uma maior eficiência na condução também reduzirá a quantidade de resíduos, tais como pneus gastos e outras peças, que durarão mais tempo e poderão ser reciclados após a sua vida útil.